quinta-feira, 18 de setembro de 2014

O amor é uma loucura temporária. Irrompe como um terremoto e depois se desvanece. E quando se desvanece, há que tomar uma decisão. Há que decidir se as vossas raízes se tornaram tão entrelaçadas a ponto de ser inconcebível que alguma vez pudessem estar separadas. Porque é isso que o amor é. Amor não é ficar sem respiração, não é excitação, não é a promulgação de promessas de paixão eterna. Isso é apenas o “estar apaixonado” com que qualquer um de nós se pode iludir.
O amor propriamente dito é o que sobra quando o estar apaixonado se extinguiu, e isso é tanto uma arte como um acidente feliz. Tínhamos raízes que cresciam em direção uma à outra nas profundezas da terra… e quando todas as belas flores finalmente caíram dos nossos ramos para o chão, percebemos que éramos apenas uma árvore, ao invés de duas.

[St. Augustine - Capitão Corelli]

"Vem de longe, vem no escuro, brota que nem mato que dispensa cuidado e cresce com a mais remota chuva. Vem de dentro e fundo e com urgência. Amor vem de amor. Que não cabe, mas assim mesmo a gente guarda. A gente empurra, dobra, faz força, deixa amassado num canto, no peito, no escuro, dentro, ou larga pegando sereno. Amor vem de amor. Vem do pedaço mais feio, do mais sem palavra, do triste, vem de mãos estendidas. É tecido desfeito pelo tempo, amarelecido pelo tempo, pelo cheiro da gaveta fechada, pelo riscado do sol na madeira. Amor vem de amor. Vem de coisa que arrebata, vira chão, terra, cisco, resto, rastro, coisa para sempre varrida. É delicadeza viva forte violenta. Que faz doer, partir, deixar caído. Amor vem de amor. E dói bonito! Cheio de sabor."

[Guimarães Rosa]
Img: Virginia Cavendish in Lisbela e o Prisioneiro


Quote: "Bem, como  você pode ver, eu
sobrevivi sem você."

Desculpa eu não te querer mais 
logo agora que a vida está sendo doce comigo.
Tem coisas suas que não 
cabem na minha alegria como, por exemplo,
tuas feridas tão antigas e as 
curas que eu fazia pra te consertar pro mundo,
mas continuar com minhas mãos vazias.
Desculpa eu desobedecer a demanda da tua angústia.
Eu não quero mais ouvir, 
naquela passividade profunda de amante, tuas lamúrias,
tuas escolhas equivocadas, teu emocional sempre tão confuso.
Eu só quero celebrar as minhas 
flores de dentro da forma mais adequada.

- Eu não tenho mais tempo 
para ser aquela pessoa certa na tua hora errada.

[Marla de Queiroz]
 Img: Leighton Meester in Gossip Gilr


Porque sei bem que, de mim, quando o sol novamente encontrar meu sol, talvez no próximo verão, quem sabe daqui a setenta verões, também estarei partindo: completa.

(...)Atravessaria o dia meio cega para descobrir vagamente que, além das mentiras, terias deixado em mim a semente de uma história complicada, esta, que arrastei durante doze longos meses, até que todos brotem, até enfim te concluir primário, tosco, terrês, nunca capaz de compreender que além desta nítida dor cravada que por muitas vezes beirou a morte, porque te queria como se quer, humanamente, a solução de Deus no Outro, deixavas também um encontro que não aconteceu, que talvez nada esclareça, porque tudo é de vidro, porque brotou da confusão apaixonada que despertasse em mim, que te julguei esclarecendo a vida, peça final de um quebra-cabeça, peça inicial de outro, de um excesso para sempre incompletos, mas que ficará, ainda que ninguém o entenda, esses ramos, esses castelos, como não ficaste, porque eras só mensagem de algo que ainda não sei, isso sei agora, o que não saberei, passageiro como o passo de um bailarino em seu curto vôo, porque minha fantasia ultrapassa tua dança... 

Quando voltar setembro, tudo estará acabado, pronto para refazer-se. Comecei a escrever sem saber o que dizia, e não parei. Não morri nem enlouqueci. O que invento me ultrapassa sempre. E tem asas.”

[Caio Fernando Abreu - Dodecaedro]
Img: Marilyn Monroe



Coração é terra que ninguém vê
- diz o ditado.
Plantei, reguei, nada deu, não.
Terra de lagedo, de pedregulho,
- teu coração. Bati na porta de um coração.
Bati. Bati. Nada escutei.
Casa vazia. Porta fechada,
foi que encontrei...

[Cora Coralina]

quarta-feira, 17 de setembro de 2014


"Acho  que todos somos fundamentalmente iguais. Formamos uma única família humana. Talvez usemos roupas diferentes, a cor da nossa pela seja diferente ou falemos línguas diferentes. Todos temos sonhos e procuramos aquilo que nos trará a felicidade verdadeira. Para conhecer o mundo todo, só precisei aprender sobre mim mesmo.

[Colleen Houck in O Resgate do Tigre]

"As pessoas pensam que sonhos não são reais apenas porque não são feitos de matéria, de partículas. Sonhos são reais, mas eles são feitos de pontos de vista, de imagens, de memórias e trocadilhos, e de esperanças perdidas." 

[Neil Gaiman in O oceano no fim do caminho]

- Existe um ditado no Tibete que diz: "A tragédia deve ser utilizada como fonte de força." - O monge levou um dedo à têmpora. -  Em vez de se perguntar  por que isso aconteceu, talvez você devesse pensar por que isso aconteceu com você. Lembre-se  de que não  conseguir o que se quer às vezes é um maravilhoso golpe de sorte.

[Colleen  Houck in  o Resgate do Tigre]
Img: Leighton Meester

"Ele segura minhas mãos como se fossem a única coisa que o mantinham em pé. Olho fixamente para essa cena enquanto me preparo para as palavras que estão por vir, para as promessas que jamais quebrarei. É realmente mágico o  poder deste dia.
Mas, mesmo agora, sei que não  se trata de um conto de fadas. Sei que teremos tempos difíceis, confusos. Sei  que as coisas nem sempre acontecerão como desejamos e que precisaremos nos esforçar para nunca esquecer os motivos de nossa escolha. 
Não  será perfeito, não o tempo todo.
Isto não  é um "felizes para sempre".
É muito mais que isso.

[Kiera Cass in A Escolha  - Trilogia A seleção]

terça-feira, 16 de setembro de 2014

"Olhando para trás, porque às vezes só bem mais a frente conseguimos entender certas coisas do passado, eu percebo que, em vários momentos, ainda que eu não pedisse, parece ter acontecido o que Deus sabia que era melhor para mim e não o que eu superficialmente imaginava saber." 

[Ana Jácomo]
Sarah Jessica Parker in Sex and the City 2 (filme)

segunda-feira, 15 de setembro de 2014


Por favor, escolham! Não ajam como reféns de situações degradantes. Não se submetam a circunstâncias que os desvalorizam como pessoa, este Universo que é o ser humano. Tenham amor, tanto amor próprio. Parem de aceitar o que não nutre, o que apenas suga, vampiriza, enfraquece, esvazia. Parem de reclamar das escolhas mal feitas como se não pudessem vivenciar algo grandioso e saudável. O Outro pode ser e fazer o que bem entender, você não precisa aceitar. Você pode determinar como quer e merece ser tratado. Por favor, escolham situações de crescimento, injetem-se doses cavalares de autoestima. Escolham relacionamentos amorosos e maduros. Deem-se tempo para escolher bem, mesmo que isto custe algum período de solterice. Não caiam na armadilha de estar com alguém por carência, por desespero, por medo, por qualquer coisa que negative uma narrativa que é a SUA VIDA! Por favor, não se maltratem sendo seus piores inimigos e se dando tão pouco como se o Outro fosse o responsável por isto. É você, apenas você quem pode escolher o que vai adornar tua rotina, se vai fazer sorrir ou chorar teu coração. Não se deixem na mão alheia. Decidam! Vão embora do lugar que não os acolhe. Sejam mais carinhosos com vocês mesmos. Deem-se paz, busquem reciprocidade no amor. Estamos aqui para evoluir, seja em que aspecto for.

[Marla de Queiroz]

"Faça o que for necessário para ser feliz. Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade."

[Martha Medeiros]

Feliz mesmo é quem se perdoa.
Que encara os erros como aprendizado e quando cai levanta mais forte.
Sorte de quem entende que a possibilidade de acertar sempre não existe pra ninguém e coloca as falhas na conta da maturidade e do que não deve ser repetido - e só.
Sem se cobrar demais, se culpar excessivamente, se condenar por erros que todo mundo comete o tempo inteiro.
Feliz é quem desliga o celular por algumas horas, que não está sempre disponível para os outros, que perde algum tempo olhando pra dentro e cuidando mais de si mesmo. 
Feliz é quem se permite. Que se acha boa companhia pra si mesmo, e consegue se desligar do mundo lá fora, com filme, um livro, chocolate quente, edredom e amor-próprio. (que vai muito bem, obrigada.)
Feliz é quem percebe que maturidade também é construída com fracassos e alguns tombos, não vive se sentindo vítima do mundo e da maldade alheia, não perde tempo remoendo os 'nãos' e frustrações, que afinal, fazem parte da vida de todos nós.
Feliz é quem busca evoluir sem pressionar a si mesmo, sem viver inquieto por não estar onde gostaria ou não ter o que/quem tanto deseja.

Feliz mesmo é quem se aceita, se ama e se deixa em paz.

[Karla Tabalipa]

sexta-feira, 12 de setembro de 2014



Tudo que eu sei devo ao que vivi. Não consigo imaginar outro meio de enxergar as coisas sem minhas vivências, sem sentir na pele. A teoria é uma boa base, mas sem a prática fica difícil interiorizar qualquer coisa que seja.

Acho que todo mundo precisa de uma dose de realidade pra descobrir quem é. E quanto mais doses, mais a gente percebe que pode ser um "punhado" de gente. Gente que sabe se reinventar quando preciso. 

A vida é dinâmica demais, não permite comportamentos estáticos. Precisa de pessoas que se deem o direito de recomeçar, de experimentar. Ver as experiências do outro é certamente uma forma de aprender, mas eu só acredito sendo.

[Fernanda Gaona]

Julgamentos

Como definir uma pessoa "grande" se é do ser humano ter atitudes tão pequenas? 

A concepção dessa palavra é tão pessoal, que com certeza encontraríamos uma infinidade de descrições. Alguns se apegariam nas ações, outros achariam que têm a ver com a postura e teriam aqueles com a ideia de quem depende do que o outro tem. Montaríamos uma lista, mas o resultado seria um só: ponto de vista. 

As pessoas não passam um dia que seja sem julgar. Julgamos atitudes, ou o que achamos delas. Julgamos palavras, ou como as interpretamos. Julgamos ideias, ou aquilo que não concordamos. É muito mais um visão nossa do que aquilo que o outro realmente diz. Somos capazes de justificar qualquer coisa segundo a nossa sublime vontade.

É natural que a opinião própria esteja acima de todas as coisas, mas até que ponto somos imparciais? Não acredito que seja unanimidade, mas com certeza a maioria vai pelo caminho mais fácil. Não gostei, não concordo, não quero tentar entender. 

Existe uma infinidade de situações desagradáveis. É verdade que muita gente nem sempre vai agir como gostaríamos. Mas uma boa dose de análise antes do julgamento vai sempre bem, obrigada. A gente seria de fato grande se não se apagasse tanto a coisas pequenas.

[Fernanda Gaona]

;;
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sentimentos Soltos

Template by:
Free Blog Templates