quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Mudanças são sempre difíceis

"Mudanças produzem ansiedade.Tentar sair do emprego em que me pagam mal ou estou infeliz; enfrentar pai ou mãe opressivos; romper um relacionamento amoroso que me diminuiu esmaga; evitar um convívio em que um se anula para que o outro tripudie, num processo de servidão que gera ressentimento e culpa.Sair do estabelecido e habitual, mesmo ruim, é sempre perturbador. O desejo de ser mais livre é forte, o medo de sair da situação conhecida, por pior que ela seja, pode ser maior ainda. Para nos organizarmos precisamos desmontar, refazer esse enigma nosso e descobrir qual é, afinal, o projeto de cada um de nós."

[Lya Luft]

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Para viver de verdade

"Apesar dos medos, convém não ser demais fútil nem demais acomodada. Algumas vezes é preciso pegar o touro pelos chifres, mergulhar para depois ver o que acontece: porque a vida não tem de ser sorvida como uma taça que se esvazia, mas como o jarro que se renova a cada gole bebido.

Os ganhos ou os danos dependem da perspectiva e possibilidades de quem vai tecendo a sua história. O mundo em si não tem sentido sem o nosso olhar que lhe atribui identidade, sem o nosso pensamento que lhe confere alguma ordem.

Viver, como talvez morrer, é recriar-se: a vida não está aí apenas para ser suportada nem vivida, mas elaborada. Eventualmente reprogramada. Conscientemente executada. Muitas vezes, ousada.Para viver de verdade, pensando e repensando a existência, para que ela valha a pena, é preciso ser amado; e amar; e amar-se."

[Lya Luft]

terça-feira, 13 de setembro de 2016

"Para entender nós temos dois caminhos:o da sensibilidade que é o entendimento do corpo; e o da inteligência que é o entendimento do espírito. Eu escrevo com o corpo. Poesia não é para compreender, mas para incorporar. Entender é parede; procure ser árvore."

[Manoel de Barros]

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

No tempo certo


"Quanto tempo demora? - perguntou ele.
- Não sei. Um pouco.
Sohrab deu de ombros e voltou a sorrir, desta vez era um sorriso mais largo.
- Não tem importância. Posso esperar. É que nem maçã ácida.
- Maçã ácida?
- Um dia, quando eu era bem pequenininho mesmo, trepei em uma árvore e comi uma daquelas maçãs verdes, ácidas. Minha barriga inchou e ficou dura feito um tambor. Doeu à beça. A mãe disse que, se eu tivesse esperado as maçãs amadurecerem, não teria ficado doente. Agora, quando quero alguma coisa de verdade tento lembrar do que ela disse sobre as maçãs."

[Khaled Hosseini in O Caçador de Pipas]

Apesar de

"Seja você com todos os seus defeitos, com tuas neuras, com teus pesadelos e aprenda a manejar a felicidade, trabalhando teus sonhos na vida real, colocando em prática a arte de se apegar nas pessoas que te acolhem, que estão ao seu lado, apesar do seu mau-humor repentino, apesar das incertezas, dos percalços. Esteja com aqueles que te olham por dentro sem se importar com o que você carrega no bolso, no banco, no cofre ou na mão."

[Ju Fuzetto]

Boas Energias

"Não entrar na dança da mediocridade. Do baixo astral. Das más vibrações. Ficar em silêncio quando não tiver a capacidade de disparar doçuras e delicadezas por aí. Humildade e capacidade de reconhecer erros, são qualidades que não se impõe a ninguém. São coisas que a vida ensina."

[Karla Tabalipa]
img  Emilia Clarke

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

"O barato da vida é a diversidade. Pessoas não são iguais, e isso é o que faz este mundo ser tão colorido. Cada um tem o seu papel, seja ele na plateia, no palco ou nos bastidores. Uns nasceram para os holofotes, outros para os camarins. Uns vivem grandes amores, outros conseguem apenas um. Uns continuam com amor, outros irão viver a vida sempre sozinhos. Mas todos são merecedores qualquer forma de amor.

Uma pessoa por cuidar dos bastidores tem o seu papel tão importante quando aquela que está no palco representando a peça e ganhando os aplausos. Nem todos serão abastados. Alguns inclusive vivem com muito pouco dinheiro, muito pouca beleza externa, pouco ou nenhum poder de atração. Uns brilham facilmente, outros precisam de muita maquiagem, muita purpurina para emanar algum brilho e às vezes nem conseguem. Alguns sequer possuirão uma colher de brilho e passam batido e sem destaque. Mas vivem e às vezes bem melhor, mais em paz. 

Existem pessoas tão espontâneas e que conseguem driblar a vida com tanta facilidade, que viver parece brincadeira. Outros carregam o fardo de suas dores e tudo parece muito difícil. Há uns é dado a grandeza da resiliência, outros é dado a sabedoria, a paciência. Outros possuem inteligência rara. Uns são simples, outros sofisticados, elegantes. Uns são da terra, outros são das nuvens. Todos, absolutamente todos, exercem o seu papel insubstituível nesta terra e a ninguém deverá ser dado o orgulho de se achar melhor."

[Ita Portugal]

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Caminhos a seguir

"Galopamos pela vida como artistas de circo, equilibrados em dois cavalos que correm lado a lado a toda velocidade - com um pé sobre o cavalo chamado 'destino', e o outro sobre o cavalo chamado 'livre arbítrio'. E a pergunta que você precisa fazer todos os dias é: qual dos cavalos é qual? Com qual cavalo devo parar de me preocupar, por que ele não esta sob meu controle, e qual deles preciso guiar com esforço concentrado?"

[Elizabeth Gilbert - Comer, rezar, amar]
img: jennifer lawrence

Canção do Exílio

Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais flores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores.

Em cismar, sozinho, à noite,
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Minha terra tem primores,
Que tais não encontro eu cá;
Em cismar — sozinho, à noite —
Mais prazer encontro eu lá;
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute os primores
Que não encontro por cá;
Sem qu'inda aviste as palmeiras,
Onde canta o Sabiá.

[Gonçalves Dias]

terça-feira, 6 de setembro de 2016

É preciso saber apreciar

"Há uma primavera em cada vida: é preciso cantá-la assim florida, pois se Deus nos deu voz, foi para cantar! E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada que seja a minha noite uma alvorada, que me saiba perder... pra me encontrar."

[Florbela Espanca]

Pleno Amor

"Amor pra mim é ser capaz de permitir que aquele que eu amo exista como tal, como ele mesmo. Isso é o mais pleno amor. Dar a liberdade dele existir ao meu lado do jeito que ele é."

[Adélia Prado]

Amor:faca de dois gumes

"Amor: uma única palavra,  algo delicado, uma palavra que não é mais larga ou longa que uma lâmina.
É o que ela é: uma lâmina, uma navalha.
Ela corre pelo centro de sua  vida cortando tudo em duas aprtes.
Antes e depois. 
O restante do mundo cai em ambos os lados.
Antes e depois - e durante,um momento que não é mais largo e longo que uma lâmina.

[Lauren Oliver in Delírio]

Acender a luz

É possível encontrar  a  felicidade nas  horas mais sombrias,
se a pessoa se lembrar de acender a luz.

[J. K. Rowling in Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban]
Shailene Woodly in Divergente

Força de cada um

Mais uma coisa eu aprendi  no susto. 
A gente tem um poder - dentro da gente - que 
não tem tamanho. 

[Fernanda Mello]
Taylor Swift

Perdida em livros

"Claro que me dá um puta medo de estar me transformando numa criatura intoxicada de palavras escritas — tenho visões futuras onde me vejo fechado num lugar com as paredes cobertas de livros, quem sabe gatos, um som e mais nada”.

[Caio Fernando Abreu in Carta a João Silvério Trevisan]

;;
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sentimentos Soltos

Template by:
Free Blog Templates