domingo, 30 de agosto de 2009

Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Escrever, por exemplo: “A noite está estrelada,
e tiritam, azuis, os astros, ao longe”.
O vento da noite gira no céu e canta.
Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Eu a quis, e às vezes ela também me quis...
Em noites como esta eu a tive entre os meus braços.
A beijei tantas vezes debaixo o céu infinito.
Ela me quis, às vezes eu também a queria.
Como não ter amado os seus grandes olhos fixos.
Posso escrever os versos mais tristes esta noite.
Pensar que não a tenho. Sentir que a perdi.
Ouvir a noite imensa, mais imensa sem ela.
E o verso cai na alma como no pasto o orvalho.
Que importa que o meu amor não pudesse guardá-la.
A noite está estrelada e ela não está comigo.
Isso é tudo. Ao longe alguém canta. Ao longe.
Minha alma não se contenta com tê-la perdido.
Como para aproximá-la meu olhar a procura.
Meu coração a procura, e ela não está comigo.
A mesma noite que faz branquear as mesmas árvores.
Nós, os de então, já não somos os mesmos.
Já não a quero, é verdade, mas quanto a quis.
Minha voz procurava o vento para tocar o seu ouvido.
De outro. Será de outro. Como antes dos meus beijos.
Sua voz, seu corpo claro. Seus olhos infinitos.
Já não a quero, é verdade, mas talvez a quero.
É tão curto o amor, e é tão longe o esquecimento.
Porque em noites como esta eu a tive entre os meus braços,
minha alma não se contenta com tê-la perdido.
Ainda que esta seja a última dor que ela me causa,
e estes sejam os últimos versos que lhe escrevo.

(Pablo Neruda)


Foto: Keira Knightley in Desejo e Reparação

És tu


Não sejas o de hoje.
Não suspires por ontens ...
Não queiras ser o de amanhã.
Faze-te sem limites no tempo.
Vê a tua vida em todas as origens.
Em todas as existências.
Em todas as mortes.
E sabe que serás assim para sempre.
Não queiras marcar a tua passagem.
Ela prossegue:
É a passagem que se continua.
É a tua eternidade ...
É a eternidade.
És tu.

(Cecília Meirelles)

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Eu vivo



"...há impossibilidade de ser além do que se é
no entanto eu me ultrapasso mesmo sem o delírio,
sou mais do que eu, quase normalmente
tenho um corpo e tudo que eu fizer é continuação
de meu começo...
a única verdade é que vivo.
Sinceramente, eu vivo.
Quem sou?
Bem, isso já é demais..."

(Clarice Lispector)

Strip-tease



Chegou ao apartamento dele por volta das seis da tarde e sentia um nervosismo fora do comum. Antes de entrar, pensou mais uma vez no que estava por fazer. Seria sua primeira vez. Já havia roído as unhas de ambas as mãos.

Não podia mais voltar atrás.
Tocou a campainha e ele, ansioso do outro lado da porta,
não levou mais do que dois segundos para atender.

Ele perguntou se ela queria beber alguma coisa, ela não quis.
Ele perguntou se ela queria sentar, ela recusou.
Ele perguntou o que poderia fazer por ela.
A resposta: sem preliminares.
Quero que você me escute, simplesmente.
Então ela começou a se despir como nunca havia feito antes.

Primeiro tirou a máscara
Eu tenho feito de conta que você não me interessa muito, mas não é verdade.
Você é a pessoa mais especial que já conheci.
Não por ser bonito ou por pensar como eu sobre tantas coisas,
mas por algo maior e mais profundo do que aparência e afinidade.
Ser correspondida é o que menos me importa no momento: preciso dizer o que sinto.


Então se despiu da arrogância

Nem sei com que pernas cheguei até sua casa, achei que não teria coragem.
Mas agora que estou aqui, preciso que você saiba que cada música que toca
é com você que ouço, cada palavra que leio é com você que reparto,
cada deslumbramento que tenho é com você que sinto.
Você está entranhado no que sou, virou parte da minha história.


Era o pudor sendo desabotoado
Eu beijo espelhos, abraço almofadas,
faço carinho em mim mesma tendo você no pensamento,
e mesmo quando as coisas que faço são menos importantes,
como ler uma revista ou lavar uma meia, é em sua companhia que estou.


Retirava o medo
Eu não sou melhor ou pior do que ninguém, sou apenas alguém
que está aprendendo a lidar com o amor, sinto que ele existe,
sinto que é forte e sinto que é aquilo que todos procuram. Encontrei.

Por fim, a última peça caía, deixando-a nua
Eu gostaria de viver com você, mas não foi por isso que vim.
A intenção é unicamente deixá-lo saber que é amado e deixá-lo pensar a respeito,
que amor não é coisa que se retribua de imediato, apenas para ser gentil.
Se um dia eu for amada do mesmo modo por você, me avise que eu volto,
e a gente recomeça de onde parou, paramos aqui.


E saiu do apartamento sentindo-se mais mulher do que nunca.

(Martha Medeiros)


quinta-feira, 20 de agosto de 2009

A meus pés


Todo dia você se acorda querendo ouvir, eu pressinto, debruçada em meus ombros à espera do sinal, do cartão, das flores, da segunda aliança que é um par de palavras. Mas não descobri e não finjo. Entenderá que faltam motivos, só que sobram motivos. E dificulta-me pensar que se ama por motivos. Ama-se por insinuações.

(Frabinco Carpinejar in A Meus pés)

O haver


"...Resta esse constante esforço para caminhar dentro do labirinto
Esse eterno levantar-se depois de cada queda
Essa busca de equilíbrio no fio da navalha
Essa terrível coragem diante do grande medo, e esse medo
Infantil de ter pequenas coragens."

(Vinicius de Moraes in O Haver)

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Perfeito

"Assim que o meus pés tinham vencido as escadas traiçoeiras, eu estava procurando por ele. Por um breve segundo, eu fiquei distraída com a profusão de botões de flores brancas que pendiam de guirlandas em qualquer parte da sala que não estivesse viva, caindo em longas filas de leves laços brancos. Mas eu separei meus olhos dos arcos da portas e procurei pelas filerias de cadeiras cobertas de cetim - ficando ainda mais vermelha quando vi a multidão de rostos olhando para mim - até que eu finalmente o encotrei, de pé perto de um vaso com mais flores ainda, e mais laços.
Eu mal tinha consciência de Carlisle de pé ao lado dele, e do pai de Angela atrás deles dois. Eu não vi minha mãe de onde ela devia estar sentada na primeira fileira, nem a minha família nova, ou nenhum dos meus convidados - eles teriam que esperar até mais tarde.
Tudo o que eu realmente via era o rosto de Edward; ele encheu minha visão e dominou minha mente. Os olhos dele estavam claros, ouro em chamas; seu rosto perfeito estava quase parecendo severo com a profundidade de suas emoções. E aí, quando ele encontrou meu olhar abismado, ele se quebrou em um sorriso feliz de tirar o fôlego.
De repente, a única coisa me impedindo de correr pelo corredor era a mão de Charliea apertando a minha.
A marcha era lenta demais enquanto eu tentava fazer meus pés acompanharem o ritmo. Por sorte, o corredor era bem curto. E finalmente, eu estava lá. Edward estendeu sua mão. Charlie pegou minha mãoe, num símbolo tão velho quanto o mundo, colocou-a sobre a mão de Edward. Eu toquei o frio milagre de sua pele, e eu estava em casa."

(Stephenie Meyer in O amanhecer)

Com todo respeito aos fãs que amam a série de Meyer apenas pelo filme Crepúsculo e vão amar mais ainda pelos filmes que virão, mas não tem nada mais perfeito do que o livro, aliás, os livros, eu tenho sérias dúvidas de que uma imagem possa passar o que essas poucas palavras do livro "Amanhecer" transmitem sobre o que Bella está sentindo na hora do seu casamento. Não tem imagem que revele a profundidade do "eu toquei o frio milagre de sua pela, e eu estava em casa".

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Bom, como todo mundo já desconfia, eu sou viciada em Buffy, a Caça Vampiros, é minha série preferida, minha história preferida. É tudo de bom...

Buffy the Vampire Slayer (Buffy, a Caça-Vampiros no Brasil 1997-2003) é uma série de televisão americana criada por Joss Whedon , livremente baseada no guião original para o filme de 1992 do mesmo nome. Apesar de nunca se ter estabelecido como um êxito de audiências particularmente notório, foi criticamente aclamada e mantem um forte estatuto como série de culto.

Com essa onda vampiresca por aí, vem surgindo novas histórias e o vampirismo está na moda, só que, infelizmente, nem todo mundo conhece a série de Joss Whedon, e se conhece e não assistiu acompanhando os episódios deve achar uma série fraca, afinal, ela foi criada e desenvolvida com um orçamento baixo, embora com muita criatividade e Whedon, realmente criou um universo, um mundo paralelo na qual existe o Buffyverse e sua legião de fãs, mesmo com os efeitos especias fracos, mesmo com a dificuldade em colocar a série pra andar, ela teve um enorme sucesso, por isso se você não assistiu, aqui vai um conselho, dê um jeito de arranjar os episódios, e assista, vai chegar o momento do seu encantamento, mais o menos na segunda temporada, aí vc será um viciado do Buffyverse.

Whedon deixou muits fãs carentes e com saudade, deixou muitos afixionados na heroína, interpretada pela Sarah Michelle e também em todos os outros personagens maravilhosos. E, graças a essa multidão de fãs carentes Joss Whedon resolveu retormar a história da nossa caça-vampiros, só que nos Quadrinhos, sei que não é a mesma coisa que na Tv, mas é uma esperança e uma maneira da história continuar. Após o término da sua 7 temporada teve inicio uma das mais bem sucedidas HQ'S de todos os tempos, sempre figurando entre as 10 mais vendidas nos Estados Unidos e com excelentes Roteiros e Arte.

Buffy, The Vampire Slayer: Season Eight estreou nos EUA como série pela Dark Horse. Desde então, é um sucesso de vendas que freqüenta o Top 10 de gibis mais vendidos nos EUA quase todo mês. E está chegando ao Brasil. A editora Panini anunciou que lançará as primeiras edições de Buffy: Season Eight em uma minissérie em cinco edições, em breve. A mini vai juntar os dois primeiros arcos de história da série, com roteiros do próprio Whedon e do celebrado Brian K. Vaughan. Os desenhos são de Georges Jeanty. Em 2008, o título ganhou o prêmio "melhor nova série" do Eisner Awards. E atualmente aproxima-se da edição 30 nos EUA.

Pra quem já é fã e quer continuar a saber o que vem por aí no Buffyverse vou disponibilizar os quadrinhos pra baixar aqui no blog, que eu consegui graças ao excelente trabalho feito inicialmente ( até a 16 edição pelo Lemuria ) e da 17 edição em diante pela comunidade do orkut Buffy & Angel Comics

Para conseguir ver as Hq's no seu computador é necessário um programinha, o CDisplay, não se preocupe que ele não é grande, é só instalar, tem no Baixaki. Depois de instalado, quando baixar a Hq, clicar nela, ele já abre automaticamente e vc o controla com o mouse ou teclado.

Links das temporadas na barra lateral esquerda do blog


Se alguém não achar, os links:


http://maisumavezsentimento.blogspot.com/p/hqs-buffy-vampire-slayer-8-temporada.html


http://maisumavezsentimento.blogspot.com/p/hqs-buffy-vampire-slayer-9-temporada.html

Laços inquegráveis



''Às vezes na vida existem laços reais que nunca podem ser rompidos. Às vezes você vai encontrar aquela pessoa que vai ficar ao seu lado aconteça o que acontecer. Talvez encontre uma pessoa e celebre isso com o casamento. Mas também existe a chance de que essa pessoa com a qual você pode contar a vida toda, aquela pessoa que te conhece às vezes melhor que você mesmo seja a mesma pessoa que está ao seu lado esse tempo todo.''

(Bride Wars - Noivas em guerra)


Foto: Anne Hathaway, Kate Hudson Steve Howey como Emma, Liv e Daniel in Noivas em Guerra

domingo, 9 de agosto de 2009

Desonestidade


"Eu sou desonesto. E pode-se sempre confiar num desonesto, porque vocês sabem que ele sempre será desonesto. Honestamente, são os honestos que devem ser vigiados. Porque nunca se sabe quando eles farão algo incrivelmente estúpido!" (Jack Sparrow)

Foto: Johnny Depp como Capitão Jack Sparrow in Piratas no Caribe





;;
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sentimentos Soltos

Template by:
Free Blog Templates