quarta-feira, 17 de março de 2010

Era só uma sensação


"...sempre que Gertrud e eu nos abraçávamos, eu voltava a ter a sensação de que ela não era a pessoa certa, de que o seu abraço e o seu toque eram a coisa errada, de que seu cheiro e o seu gosto eram os errados. Pensava que a sensação sumiria. Esperava que ela sumisse. Queria ficar livre de Hanna. Mas a sensação de que aquilo não estava certo nunca sumiu."
[ Bernhard Schlink in O Leitor, pag 90]

0 sentimentos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sentimentos Soltos

Template by:
Free Blog Templates