quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Desejo

Que todo mundo tenha um amor quentinho. Descanso pro complicado do mundo. Surpresa pra rotina dos dias. A quem esperar. De quem sentir saudades. Um nome entre todos. O verso mais bonito. A música que não se esquece. O par pra toda dança. Por quem acordar. Com quem sonhar antes de dormir. Uma mão pra segurar, um ombro pra deitar, um abraço pra morar. Um tema pra toda história. Uma certeza pra toda dúvida. Janela acesa em noite escura. Cais onde aportar. Bonança, depois da tempestade. Uma vida costurar na sua, com o fio comprido do tempo.”

[Ana Jácomo]

domingo, 26 de dezembro de 2010

Sorte é isto. Merecer e ter.

[Guimarães Rosa]


sábado, 25 de dezembro de 2010

Auto-Retrato

Alguém diz que sou bondosa:
está tão enganado que dá pena.
Alguém diz que sou severa,
e acho graça.
Não sou áspera nem amena:
estou na vida como o jardineiro
se entrega em cada rosa:
corte, sangue, dor e aroma,
para que a beleza fique na memória
quando a flor passa.
(Amar é lidar com os espinhos
de quem ama por inteiro:
com força, não com fraqueza.

[ Lya Luft ]

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010


quinta-feira, 23 de dezembro de 2010


"Ao amar, busco dados que só servem 
para amar ainda mais.
Não poderei dizer o que me arrebata, senão os silêncios dela se cumprindo sem me perguntar."


[Fabrício Carpinejar, in “O Amor Esquece de Começar”]


Foto: Ashton Kutcher e Demi Moore

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Quando é tarde demais

"Somos ultrapassados por nossa pressa. Só percebemos o amor a tempo de lembrá-lo, só descobrimos que era a última chance depois de perdê-la, só aprendemos depois que os erros foram cometidos, que as oportunidades passaram, que os anos foram estampando nosso rosto. Beijaríamos mais doce se soubéssemos que aquele seria o último beijo, gravaríamos a expressão do riso, o som do riso, a leveza do riso, o porque do riso. Amaríamos mais quem nos importa do que nosso egoísmo. Amaríamos mais e apenas isto nos salvaria de uma vida comum."
[Cáh Morandi]

Foto: Leighton Meester e Ed Westwick in Gossip Girl]



" Dos relacionamentos que você já teve, quais foram as ocasiões em que verdadeiramente você foi modificado para melhor?
Será que você é a lembrança doida na vida de alguém? Será que você já construiu cativeiros? Ou será que já viveu em algum?
Será que já idealizou demais as situações, as pessoas e por isso perdeu a oportunidade de encontrar situações e as pessoas certas?
Sejam quais forem as respostas, não tenha medo delas. Perguntar-se é uma maneira interessante de se descobrir como pessoa, pois as perguntas são pontes que nos favorecem travessias." 
[Pe. Fábio de Melo]


"O amor é o maior de todos os artesanatos. Não amamos da noite para o dia. Amor é construção que requer empenho, assim como a trama dos teares requer demora na escolha das linhas e das cores." 

[Pe. Fábio de Melo]


terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Ah, se eu pudesse me arrumar por dentro,
tudo calminho nas gavetas!...
.
[Lygia Fagundes Telles]

Lembro-me de ti
Nesse instante absoluto,
A vida conduzida por um fio de música.
Intenso e delicado, 

ele vai-nos fechando num casulo
Onde tudo será permitido.

Se é só isso que podemos ter,
Que seja forte. 

Que seja único.
Tão íntimo quanto 

ouvirmos a mesma melodia,
Tendo o mesmo - esplêndido - pensamento.

[Lya Luft]

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

E o mundo inteiro cabendo num abraço. E uma firmeza na carícia, a maturidade que perdeu o cansaço, uma confiança que preenche a existência (...)E o chão do sonho é macio, e tudo parece estar alinhavado, numa ligação sem sufocamentos (...) a gente tem aquela vontade súbita de andar pela noite: não apenas para olhar as estrelas, mas também para por elas sermos vistos.” 
[Marla de Queiroz]

''Por não acreditar na finitude me perdia no absoluto infinito.'' 

[Hilda Hislt]

sábado, 18 de dezembro de 2010

"Hoje eu acordei numa casa diferente, num quarto diferente, sem nenhuma muleta, sem nenhuma maquiagem, meus amigos estão ocupados, meus pais não podem sofrer por mim. Hoje eu acordei sem nada no estômago, sem nada no coração, sem ter para onde correr, sem colo, sem peito, sem ter onde encostar, sem ter quem culpar. Hoje eu acordei sem ter quem amar, mas aí eu olhei no espelho e vi, pela primeira vez na vida, a única pessoa que pode realmente me fazer feliz" 
[Tati Bernardi]

"Nunca é tarde demais, ou cedo demais, para ser quem você quer ser. Não há limite de tempo. Comece quando quiser. Mude ou continue sendo a mesma pessoa. Não há regras para isso.
Você pode tirar o máximo proveito ou o mínimo. Espero que tire o máximo. Espero que veja coisas surpreendentes. Espero que sinta coisas que nunca sentiu antes. Espero que conheça pessoas com um ponto de vista diferente. Espero que tenha uma vida da qual se orgulhe. E se não se orgulhar dela, espero que encontre forças para começar tudo de novo. ’’

[Trecho do filme “O Curioso Caso de Benjamin Button”]

"Quando chegar o momento,
morrerei por algumas mazelas desse mundo, menos por covardia afetiva.
Desse mal, de antemão, eu sei que não morro mais.
Não mais."

[Ana Jácomo]

"Com todo perdão da palavra, eu sou um mistério pra mim." 

[Clarice Lispector]

Foto: Angelina Jolie

"Eu não sei esperar nada. E a natureza gritando no meu ouvido que então, já que sou birrenta, vou ficar sem nada mesmo. Porque é preciso saber viver. Atiram a gente nesse mundo, nosso coração sente um monte de coisa desordenada, nosso cérebro pensa um monte de absurdo.

(...)
E a gente ainda precisa ser superequilibrada para ganhar alguma coisa da vida. Como se só por estar aqui, aturando tanta maluquice, a gente já não devesse ganhar aí um desconto para também ser louco de vez em quando."

[Tati Bernardi]


Foto: Blake  Lively

Te gosto assim

"E gosto das tuas histórias. E gosto da tua pessoa. Dá um certo trabalho decodificar todas as emoções contraditórias, confusas, somá-las, diminuí-las e tirar essa síntese numa palavra só, esta: gosto." 
[Caio Fernando Abreu]

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Então te vi...

Ele nunca soube se eu voltaria: chegava sempre alvoroçada, com pressa pra consumar o amor. Quando me demorava no abraço, ele fazia eternidades daquele instante. envolvia-me com zelo temendo qualquer movimento que o afastasse, qualquer menção de buscar a roupa espalhada. Ele o fazia cheio de delicadeza, não havia como me prender por mais que algumas horas. Buscava um brilho do meu olhar em sua direção, uma entrelinha num sorriso breve, uma malícia qualquer na piscada de olho antes da ida para o banho. Esperava meu convite, mas eu o tinha com tanta abundância que achava que não o queria. era como se nunca fosse se ausentar porque se doava inteiro e sem pressa. Um dia ele chegou antes da hora do meu desejo cru. E ficou contemplando a minha ausência. Não me abraçou como sempre, esperou que eu me aproximasse. Disponível que estava, mas seguro da sua parte feita, esperou que eu me assustasse, que entendesse que eu poderia não voltar se eu não quisesse, que ele saberia conjugar a minha ida no pra sempre. Com alguma dor, naturalmente. Mas estava sereno, quase se despedindo, conformado. E eu me sobressaltei. porque nunca tinha imaginado que ele pudesse ir embora. Nunca tinha imaginado a ausência do toque dele, a falta do beijo, a serenidade que cabia no desejo. Eu esperava alguma coisa mais aflita, uma paixão que gritasse pra eu ficar, um desespero, os argumentos. Mas não, ele me contemplou sem falas, sem pedidos, deixou que todo aquele tempo fosse preenchido por grossas gotas de silêncio e calma. Naquela hora, naquele meu sorriso sem jeito, naquele olhar cheio de frases, um brilho, um brilho tão forte abraçou todo ele com as minhas retinas. E eu o vi como nunca tinha visto antes. Eu o quis como se nunca o tivesse tido entre as minhas pernas. E abandonei o meu corpo no abraço dele, eternizada... Ele que sempre esteve ali e era como se tivesse chegado só naquele instante. 

[Marla de Queiroz]

Caminhos da vida

"O homem acredita numa grande ilusão: que a vida seja algo separado dele, mas a realidade mostra que cada um é a própria vida se tornando gente. Portanto, quando você escolhe é a vida escolhendo em você. A vida jamais erra. Assim, seja qual for a decisão que você venha a tomar, no fim perceberá que todos os caminhos estavam certos."

[Zíbia Gasparetto] 

Para ser feliz

"Vim aqui me buscar para varrer entulhos. Passar a limpo alguns rascunhos. Resgatar o viço do olhar. Trocar de bem com a vida. Rir com Deus, outra vez. Vim aqui me buscar para não me contentar com a mesmice. Para dizer minhas flores. Para não me surpreender ao me flagrar feliz. Para ser parecida comigo. Para me sentir em casa, de novo."

[Ana Jácomo]

O tal do amor eterno

"As pessoas desta terra vivem de fato de uma forma mais autêntica, mais ensimesmada e menos virada para as mudanças superficiais, para as coisas externas. Acredito que aqui seria possível acontecer um amor eterno. E logo eu, que não acreditava que o amor pudesse durar mais de um ano. No primeiro caso, é como se apresentássemos a um homem esfomeado um único prato de comida, onde pudesse satisfazer o seu apetite até o fim. No segundo, é como se puséssemos esse homem diante de uma mesa repleta de iguarias preparadas por cozinheiros franceses: em comparação com o primeiro caso, ele poderá retirar mais prazer no seu todo; porém, cada partícula, corresponderá apenas a um átomo no seu olhar e memória."

[Emily Brontë in o Morro dos Ventos Uivantes]

Simplicidade

" Não é que pensei outra coisa de gente grande? 
Esta é assim: tudo que parece meio bobo é sempre muito bonito, porque não tem complicação. 
Coisa simples é lindo. E existe muito pouco." 
[Caio Fernando Abreu]

Da minha vida

Não sou boa com números. Com frases-feitas. E com morais de história. Gosto do que me tira o fôlego. Venero o improvável. Almejo o quase impossível. Meu coração é livre, mesmo amando tanto. Tenho um ritmo que me complica. Uma vontade que não passa. Uma palavra que nunca dorme. Quer um bom desafio? Experimente gostar de mim. Não sou fácil. Não coleciono inimigos. Quase nunca estou pra ninguém. Mudo de humor conforme a lua. Me irrito fácil. Me desinteresso à toa. Tenho o desassossego dentro da bolsa. E um par de asas que nunca deixo. Às vezes, quando é tarde da noite, eu viajo. E - sem saber - busco respostas que não encontro aqui. Ontem, eu perdi um sonho. E acordei chorando, logo eu que adoro sorrir... Mas não tem nada, não. Bonito mesmo é essa coisa da vida: um dia, quando menos se espera, a gente se supera. E chega mais perto de ser quem - na verdade - a gente é.
[Fernanda Mello]

Assim basta

"O importante, o irreversível, o definitivo, o claro nessa história toda
é que eu gosto muito de ti.
Não adoro nem venero,
mas gosto na medida sadia e humana em que uma pessoa pode gostar da outra.
O resto é detalhe. "

[Caio Fernando Abreu]

“Se eu, se você gostar de mim... E como saber se é o amor certo, o único? Tanto é o poder errar, nos enganos da vida... Será que você seria capaz de esquecer de mim, e, assim mesmo, depois e depois, sem saber, sem querer, continuar gostando? Como é que a gente sabe?”
[Guimarães Rosa in Nenhum, nenhuma/ Primeiras Estórias]

O que realmente importava

"Independentemente do que acontecesse em nossas vidas, eu me imaginava ao fim do dia deitado na cama ao lado dela, nós dois abraçados enquanto conversávamos e ríamos, perdidos nos braços um do outro."



[Nicholas Sparks in Querido John]

Sempre em busca dos sonhos


Você pode dizer
Que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia
você se junte a nós
E o mundo, então, será como um só


[John Lennon in 'Imagine']

Prece

"DAI-ME SENHOR, A PERSEVERANÇA DAS ONDAS DO MAR, QUE FAZEM DE CADA RECUO, UM PONTO DE PARTIDA PARA UM NOVO AVANÇO." 

[CECÍLIA MEIRELLES]

Ser forte

"Cheguei balançando entre a esperança frenética e o medo sombrio. Uma grande tempestade na minha vida até ali organizada... Encalhei aqui, o tempo passa, e às vezes já parece muito conseguir sobreviver até o fim do dia. Digo a mim mesma o que disse tantas vezes às mulheres de grandes ventres distendidos a quem ajudava a parir: Agüente mais um pouco, um pouco só.”


[Lya Luft]

Trilhando a vida

"A vida tem caminhos estranhos, tortuosos às vezes difíceis: um simples gesto involuntário pode desencadear todo um processo. Sim, existir é incompreensível e excitante. As vezes que tentei morrer foi por não poder suportar a maravilha de estar vivo e de ter escolhido ser eu mesmo e fazer aquilio que eu gosto - mesmo que muitos não compreendam ou não aceitem."

[Caio Fernando Abreu]

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

"Aquilo que é bom, e de verdade, e forte, e importante - coisa ou pessoa - na sua vida, isso não se perde."

[Caio Fernando Abreu]

Frutos de enganos ou de amor,
nasço da minha própria contradição.
O contorno da boca, a forma da mão, 
o jeito de andar - sonhos e temores incluídos - virão desses que me formaram.
Mas o que eu traçar no espelho 
há de armar também segundo o meu desejo.

Terei meu par de asas
cujo vôo se levanta desses
que me dão a sombra onde eu cresço
- como, debaixo da árvore, um caule e
sua flor. 

[Lya Luft]

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

"Quanto a meus erros, lembre que meu amor imperfeito era minha declaração mais pura, meu mais sincero ofertório. Ao lhe submeter os meus defeitos, juntamente com minhas virtudes, eu lhe oferecia o que realmente era. Você só poderia me ter por completo se tivesse meus entraves, mas um dia eu ainda seria melhor para que você percorresse meus jardins sem qualquer pedra ou sobressalto."


[William Douglas - A última carta o tenente]


[Foto: Leighton Meester e Ed Westwick in Gossip Girl]

;;
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sentimentos Soltos

Template by:
Free Blog Templates