segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Maturidade

"Amadurecer foi retirar os rostos e as peles e começar a ver no espelho o verdadeiro eu onde se lê uma severa contabilidade dos gastos e dos lucros, saldos nem sempre tranquilizadores. Quanto de amargura, quanto de amor sobrou, quanta capacidade de se renovar? Entender que não precisamos ser onipotentes é uma das maiores libertacões. Ninguem pode ser totalmente responsabilizado pela sorte de ninguem, por seus erros e acertos, por sua solidão ou felicidade - a não ser na medida justa, em que se é responsavel por quem se ama, dentro dos limites de cada um. Na maturidade percebe-se que não importa tanto o que fizeram conosco, mas o que fizemos com o que eventualmente nos aconteceu. É uma indagação dramática, que na juventude parece algo a resolver num futuro muito remoto. Mas de repente, tinham se passado vinte anos. E nós, e nós? Precisamos descobrir que amadurecer não significa desistir nem estagnar."

[Lya Luft]

Foto: Keira Knigtley in Desejo e Reparação

1 sentimentos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sentimentos Soltos

Template by:
Free Blog Templates