terça-feira, 20 de março de 2012

"Amor é futuro à vista." [Guimarães Rosa]

Não sei se um dia a gente aprende a amar.(...)Vou contar um segredo: a vida nos oferece as mais variadas paixões. Mas o amor acontece só para quem está com os olhos abertos para ver. É que ele pode até se confundir com a paixão. Mas o amor se baseia no respeito. Na troca. No dia bom e no dia ruim. Mas quer saber quando é amor mesmo? Quando você briga com o outro, discute por uma bobagem qualquer e mesmo assim tem a certeza que ama e que quer aquela vida pra você. A paixão usa máscaras, o amor vem de cara limpa. E ele é tranquilo, seguro. A paixão é queda livre, salve-se quem puder. O amor, não.

[...]

Todo casal briga, todo casal se estranha, todo casal se magoa. Isso é normal. Mas nem todo casal sabe como dar a volta por cima. Para alguns é mais fácil apertar no stop e dizer chega. Para outros, os que valorizam o amor, o caminho pode ser torto, mas eles querem ir até o fim.

Não sei se um dia a gente aprende a amar. Não existe essa história de um amor e uma cabana. Uma relação é feita de tarefas domésticas, contas pra pagar, jantar para ser feito e roupas para lavar. Uma relação tem muita roupa suja no cesto. E alguém tem que querer lavar, senão não funciona.

Não sei se um dia a gente aprende a amar. É tão difícil, dá medo, é arriscado, é perigoso. Mas é libertador. É necessário. É fundamental."


[Clarissa Corrêa]

0 sentimentos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sentimentos Soltos

Template by:
Free Blog Templates