segunda-feira, 24 de novembro de 2008



"Gargalha, ri, num riso de tormenta, como um palhaço, que desengonçado, nervoso, ri, num riso absurdo, inflado, de uma ironia e de uma dor violenta."

(João da Cruz e Sousa)

O livro



"O melhor livro é aquele que, violentando a sensibilidade e os hábitos mentais do leitor, pertuba-lhe por algum tempo o equilíbrio interno o restabelece depois em plano e clima diferentes."

(Aníbal Machado)

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Completando

♪E mesmo com tudo diferente, veio mesmo, de repente
Uma vontade de se ver
E os dois se encontravam todo dia
E a vontade crescia, como tinha de ser...
(...)
E os dois comemoraram juntos
E também brigaram juntos, muitas vezes depois
E todo mundo diz que ele completa ela
E vice-versa, que nem feijão com arroz♪
(Legião Urbana - Eduardo e Mônica)

"Que bom que é estar triste e não dizer coisa nenhuma!"
[Machado de Assis]

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

é preciso saber a hora certa


"Duas coisas indicam fraqueza:
calar-se quando é preciso falar,
e falar quando é preciso calar-se."
(Provérbio Persa)


*Tenho que lembrar mais desse provérbio

Mudança de curso


“Se alguém lhe bloquear a porta, não gaste energia com o confronto, procure as janelas. Lembre-se da sabedoria da água: A água nunca discute com seus obstáculos, mas os contorna.Quando alguém o ofender ou frustrar, você é a água e a pessoa que feriu é o obstáculo! Contorne-o sem discutir. Aprenda a amar sem esperar muito dos outros.”

(Augusto Cury)

"Tenho medo de não conseguir manter minhas idéias, meus pontos de vistas, minhas escolhas. A minha cabeça, Lopes, é como um guarda que não permite que eu estacione em local algum. Eu fico dando voltas e voltas no meu cérebro e quando encontro uma vaga para ocupar, o guarda diz: circulando, circulando... Você está me entendendo? Eu não tenho área de repouso. Raramente desligo, e quando isto acontece, não dá nem tempo de o motor esfriar".
(Martha Medeiros in Divã)

Dura verdade

O relacionamento já dura mais de dois anos, e até agora nada mudou. Ele continua a ser o mesmo homem por quem você se apaixonou, mas ainda está longe de se tornar o tipo de homem que poderá lhe dar o que você quer. Houve muita pressão de ambas as partes – além de várias mensagens confusas. Há momentos em que o relacionamento parece quase idílico, mas, em geral, lembra o inferno. Apesar de todas as dificuldades, você continua a amá-lo muito. Na realidade, como vocês dois já enfrentaram tantas coisas juntos, às vezes você acha que o vínculo que os une é mais forte do que o de um casal comemorando bodas de ouro. No entanto, apesar do que você faz, diz e sente, o relacionamento não está indo a lugar nenhum. É doloroso e triste, mas, quando você o analisa friamente – pensa sobre quem ele é e como ele é –, percebe que os seus sonhos de um futuro com esse homem não irão se concretizar.

(Steven Carter e Julia Sokol, trecho do livro O que toda mulher inteligente deve saber)

Raiva que queima

E eu também estou caindo, na raiva que eu não podia me permitir até essa fração de segundo. Raiva que queima a garganta por dentro, raiva vermelha feito brasa feito coração de vulcão explodindo feito pimenta no olho, me dizendo o que fazer.
(Chitra Divakaruni, trecho do livro A senhora das especiarias)

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Mesmo não sabendo



"O que posso falar sobre o que sinto? Qual é a palavra que pode alcançar, de maneira eficaz, a natureza metafísica dos meus afetos? O que posso responder ao terapeuta, no momento em que me pede para descrever o que estou sentindo? Há palavras que possam alcançar as raízes de nossas angústias?

Não sei.

Prefiro permanecer no silêncio da contemplação. É sacral o que sinto, assim como também está revestido de sacralidade o sabor que experimento. Sabores e saberes são rimas preciosas, mas não são realidades que sobrevivem à superfície.

Querer a profundidade das coisas é um jeito sábio de resolver os conflitos. Muitos sofrimentos nascem e são alimentados a partir de perguntas idiotas.
Quero aprender a perguntar menos.

Eu espero ansioso por este dia.

Quero descobrir a graça de sorrir diante de tudo o que ainda não sei.

Quero que a matriz de minhas alegrias seja o que da vida não se descreve..."
(Pe. Fábio de Melo in O que a vida não descreve)

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Quando o amor acontece

 
"Estou aqui não porque deva estar,
nem porque me sinta cativo nesta situação,
mas porque prefiro estar contigo
a estar em qualquer outro lugar no mundo."

(Richard Bach in A ponte para o sempre)

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Sem ela

[...] pois que é que, para mim, não está ligado a ela? Que é que não me provoca a lembrança dela? Não posso lançar o olhar para essas lajes, sem que nelas veja suas feições desenhadas! Em cada nuvem, em cada árvore, enchendo o ar da noite e visível de dia, por passageiros instantes, em cada objeto, vivo cercado por sua imagem! Os rostos mais banais de homens e de mulheres, o meu próprio rosto, zombam de mim com a sua semelhança. O mundo inteiro é uma terrível coleção de testemunhos que me recordam que ela viveu e que eu a perdi!
(Palavras de Heathcliff, trecho do livro O morro dos ventos uivantes, de Emily Brönte)

Crecer



"Há em nossos dias uma infinidade de cenas que podemos reconhecer a partir da mística dos outonos e das primaveras. Também nós cumprimos em nossa carne humana os mesmos destinos. Destino de morrer em pequenas partes, mediante sacrifícios que nos faz abraçar o silêncio das sombras...
Destino de florescer costurados em cores, alçados por alegrias que nos caem do céu, quando menos esperadas, anunciando que depois de outonos, a vida sempre nos reserva primaveras..."
Floresçamos." (Pe. Fábio de Melo)

sexta-feira, 7 de novembro de 2008


"de todo o minimalismo
clichês e letras de música
de toda a minha literatura
você ainda é minha melhor página"

(Martha Medeiros *Tá na música de Frejat tbm![Farol])

A mulher




Você deve conhecer homens que dizem amar muitas, muitas mulheres. Eles saem pela vida à procura de namoradas e amantes e encontram muitas sem nunca encontrar alegria. O que eles encontram é prazer. Mas, de repente, por razões inexplicáveis, um deles encontra uma mulher que o faz esquecer de todas as suas namoradas e amantes. Nela o seu coração encontra alegria. Sua busca chegou ao fim. Assim é a vida. Quem está em busca incessante de muitos objetos de amor é porque ainda não encontrou o amor…
(Rubem Alves, trecho do livro Perguntaram-me se acredito em Deus)

Sempre



"Estou aqui e eu amo você. Sempre amei você e sempre amarei. Fiquei pensando em você, vendo seu rosto em minha mente, durante cada segundo que me ausentei...

(...)

Não vou a lugar nenhum. Não sem você. Só a deixei antes porque queria que tivesse a oportunidade de ter uma vida humana feliz e normal (...)
Então eu precisava tentar. Tinha que fazer alguma coisa, e parecia que o único caminho era deixá-la. Se eu não achase que você ficaria melhor, jamais teria tido a coragem de partir. Sou egoísta demais. Só você poderia ser mais importante do que o que eu queria... do que eu precisava. O que eu quero e preciso é ficar com você, e sei que nunca serei forte o bastante pra partir de novo."
(Edward diz pra Bella quando ele volta, no livro Lua Nova - Stephenie Meyer)

Foto: Kristen Stewart e Robert Pattinson

antiquada?

Sou uma mulher do século XIX
disfarçada em século XX.

(Ana Cristina César)


Onde há dois não há certeza.
Ser duplo significa consentir em indeterminar o futuro.
(Zygmunt Bauman, trecho do livro Amor líquido.)

Caminho desconhecido



O outro amado nos transforma. Tanto quanto a chegada numa terra incógnita, ele nos revela algo inesperado em nós. [...] os outros não são nenhum inferno, são uma viagem. Agora, para amar, como para viajar, é preciso ter determinação e coragem.
(Contardo Calligaris, trecho do texto Ilhas desconhecidas)

Votos de casamento

e mais uma vez Grey's Anatomy me emociona, tô um pouco atrasada, mas aqui está o que me fez chorar, no fim da terceira temporada quando o Dr. Burke conta aos colegas o que dirá a Drª Cristina no altar:

“Cristina, eu posso prometer ficar ao seu lado e protegê-la. Eu posso prometer estar na saúde e na doença. Poderia dizer ‘até que a morte nos separe’. Mas eu não vou. Estes votos foram feitos para casais otimistas. Aqueles cheios de esperança. E eu não vou ficar aqui, no dia do meu casamento, otimista e cheio de esperança. Eu não sou otimista, eu não sou esperançoso. Eu estou certo. Eu estou seguro. E eu sei que sou um homem que age com o coração. Pego-o em pedaços, os coloco de volta no lugar e o seguro em minhas mãos. Eu sou um homem que age com o coração. Então, por isso, estou certo que você é a minha parceira. Minha amante. Minha melhor amiga. Meu coração bate por você. E neste dia, o dia do nosso casamento, te prometo isto. Te prometo deixar meu coração na palma da sua mão. Eu me prometo a você.”
video

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Mas estou cansada, apesar de minha alegria de hoje, alegria que não se sabe de onde vem, como a da manhãzinha de verão. Estou cansada, agora agudamente! [...] Por ter sofrido e continuar tão docemente. A dor cansada numa lágrima simplificada.
(Clarice Lispector, trechos de Perto do coração selvagem)

espera



[...] afinal, há é que ter paciência, dar tempo ao tempo, já devíamos ter aprendido, e de uma vez para sempre, que o destino tem de fazer muitos rodeios para chegar a qualquer parte [...]
(José Saramago, trecho do livro Ensaio sobre a cegueira, p. 226)

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

" Perguntei-me quanto tempo aquilo ia durar. Talvez um dia, anos mais tarde - se a dor diminuísse a um ponto que eu pudesse suportar - , eu fosse capaz de olhar o passado, aqueles poucos meses que sempre seriam os melhores da minha vida, e se fosse possível que a dor se atenuasse o suficiente para me permitir isso, eu tinha certeza de que me sentiria grata pelo tanto que ele me dera. Fora mais do que eu pedira, mais do que eu merecia. Talvez um dia eu conseguisse ver os fatos desse modo." (Lua Nova, pág 192 - Stephenie Meyer)

A mágica da confiança



[...] confiar é dar crédito a algo que nos desperta a sensação de segurança. Assim como o ato de dormir: é preciso sentir-se seguro para entregar-se ao sono. [...] A confiança nasce da constância. Baseia-se na continuidade dos eventos que respondem à regra de reciprocidade. A lealdade mútua gradualmente cria condições para que ela seja estabelecida.
(Bel Cesar, trechos de O livro das emoções)

;;
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sentimentos Soltos

Template by:
Free Blog Templates