sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Cheia de Graça

O inverno aqui é frio e amargo
Nos congela até os ossos
Eu não vejo o sol há semanas
Muito longe, muito distante de casa
Eu sinto como se estivesse afundando
Eu rastejo por um chão sólido
Estou sendo levada pela correnteza
Nunca pensei que pudesse me sentir tão pra baixo
oh, escuridão. Eu tenho vontade de desistir

Se toda a força e toda a coragem
Viessem e me tirassem desse lugar
Eu sei que eu poderia te amar melhor do que isso
Cheia de graça
Cheia de graça
Meu amor

Então, é melhor desse jeito, eu digo
Já vi isso antes
Onde tudo o que dizemos e fazemos
Nos machuca ainda mais
É que ficamos por muito tempo
Na mesma pele fraca
Estou sendo levada pela correnteza
Nunca pensei que pudesse me sentir tão pra baixo
oh, escuridão. Eu tenho vontade de desistir...

Fantasmas


Para onde vais, assim calado,
de olhos hirtos, quieto e deitado,
as mãos imóveis de cada lado?

Tua longa barca desliza
por não sei que onda, límpida e lisa,
Sem leme, sem vela, sem brisa...

Passas por mim na órbita imensa
de uma secreta indiferença,
que qualquer pergunta dispensa.

Desapareces do lado oposto,
e, então, com súbito desgosto,
vejo que o teu rosto é o meu rosto,

e que vais levando contigo,
pelo silenciosos perigo
dessa tua navegação,

minha voz na tua garganta,
e, tanta cinza, tanta, tanta,
de mim, sobre o teu coração!

(Cecília Meireles)



Muito longe, no brilho do sol estão minhas maiores aspirações. Posso não alcançá-las, mas posso olhar para cima e ver sua beleza, acreditar nelas e tentar segui-las.
(Louise May Alcott)

Para ele


O homem para o qual dedico este texto. Aquele que tirei do pedestal e nunca mais coloquei em lugar nenhum. Foi para depois. Depois que eu resolver o que é verdade, o que é de verdade. Você pensa que eu não sei que você sabe que eu estou mentindo? Eu sei.
(...)
E sei que você mente também. E sei que a gente se atura porque perder pessoas é muito triste. (...) você respira quietinho ao meu lado enquanto dorme, lindo. E quando você dorme quietinho assim, eu sei que, apesar de eu não abalar sua vida em nada, você precisa de mim. E você já abalou tanto a minha vida. Que pena, agora você morreu. Mas eu continuo vendo você respirar, quietinho, ao meu lado. A verdade é que eu ainda acredito em reencarnação. E eu te olhei tantas vezes implorando. Não morre, por favor. Seja ele, seja o homem que perde um segundo de ar quando me vê. Mas você nunca mais me olhou quase chorando, você nunca mais se emocionou, nem a mim.
Você nunca mais pegou na minha mão e me fez sentir segura. Nunca mais falou a coisa mais errada do mundo e fez o mundo valer a pena. Eu treinei viver sem você, eu treinei porque você sempre achou um absurdo o tanto que eu precisava de você para estar feliz. De tanto treinar acostumei. E cadê a inspiração? Foi embora junto com a minha pureza, a minha crença, a minha fidelidade. Eu sou comum, igualzinha a você, a vocês. Eu cometo erros mesquinhos e sou capaz de grandes momentos. Para cada grande momento, milhares de erros mesquinhos no ar, no lençol, no ralo de um banho cheiroso. Para cada fundo do poço, milhares de motivos de perdão boiando, bóias de coração para eu me agarrar.
(...)
Eu só queria que ele aparecesse, o homem que vai me olhar de um jeito que vai limpar toda a sujeira, o rabisco, o nó. O homem que vai ser o pai dos meus filhos e não dos meus medos. O homem com o maior colo do mundo, para dar tempo de eu ser mulher(...) Para dar tempo de seu ser criança, chorar para sempre. Para dar tempo de eu ser para sempre. Cansei de morrer na vida das pessoas. Por isso matei você. Antes que eu morresse de amor. Matei você. Eu sei que sou covarde. Surpreso? Eu não. Desculpa, eu tinha prometido nunca mais escrever tão subjetivamente. Te amo, viu? Você renasceu de novo.
Eu sei que sou louca.Louca e covarde.

(Trechos da crônica "Carta para o homem que morreu e um pouco de verdade viva" da autora Tati Bernardi)

Eu te quis tanto

"Eu quis tanto ser a tua paz, quis tanto que você fosse o meu encontro. Quis tanto dar, tanto receber. Quis precisar, sem exigências. E sem solicitações, aceitar o que me era dado. Sem ir além, compreende? Não queria pedir mais do que você tinha, assim como eu não daria mais do que dispunha,
por limitação humana.
Mas o que tinha, era seu. "
(Caio F. Abreu)

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Espero que tudo dê certo


Te desejo uma fé enorme, em qualquer coisa, não importa o quê, como aquela fé que a gente teve um dia, me deseja também uma coisa bem bonita, uma coisa qualquer maravilhosa, que me faça acreditar em tudo de novo, que nos faça acreditar em tudo outra vez”.(Caio Fernando Abreu)

Carne

Que importa se a distância estende entre nós léguas e léguas
Que importa se existe entre nós muitas montanhas?
O mesmo céu nos cobre
E a mesma terra liga nossos pés.
No céu e na terra é tua carne que palpita
Em tudo eu sinto o teu olhar se desdobrando
Na carícia violenta do teu beijo
Que importa a distância e que importa a montanha
Se tu és a extensão da carne
Sempre presente?
(Vinícius de Moraes)

Aí Pinto do Monteiro disse:

"Essa palavra saudade
Conheço desde criança
Saudade de amor ausente
Não é saudade, é lembrança.
Saudade só é saudade
Quando morre a esperança".
(Pinto do Monteiro)


Ela acordou gritando, transpirava as bicas.
Levantou confusa, tonta, desequilibrada.
Sentia algo estranho no ar...
Era o prenúncio da tempestade.
Olhou pra cama, ele não estava.
Saiu procurando por vestígios.
Abriu os armários, revirou gavetas. Nada.
Só uma tela vazia ocupando seu olhar.
A nuvem alva da falta desabava que nem tosse seca.
Pigavam gostas pretas no branco:
Era a velha e conhecida chuva do abandono de sempre.
Ela tinha ficado. Ele tinha ido.
Ele, seco. Ela, encharcada.
Ambos de amor.

A tua procura

"As palavras
Reféns dos meus sentidos
Procuraram refúgio em seus ouvidos
E voltaram
Mais tristes do que foram".
(Ronaldo Cunha Lima)

Foto: Sarah Jessica Parker como Carrie in Sex and the City, ep 93

Esquece



"Esquece teu dia mal dormido
e tua noite mal acordada
e dança comigo.

Esquece tua face pálida
e tua melancolia cálida
e dança comigo.

Esquece tuas vidas e dias mal-passados
e teus poucos momentos alados
e dança comigo.

Esquece tua aflição
e dor, agonia e solidão.
Pega minha mão
e dança comigo".
(Michele)

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008


Eu te desapontei ou te deixei pra baixo?
Eu deveria estar me sentindo culpado
ou deixar os julgamentos no desdém?
Porque eu vi o fim antes de começarmos,
Sim, eu vi, você estava cega e eu sabia, eu havia ganho.
Então eu peguei o que é meu por direito eterno.
Retirei sua alma de dentro da noite.
Isso talvez acabesse, mas não pararia ali.
Eu estou aqui por você se você apenas se importar.
Você tocou meu coração, tocou minha alma.
Você mudou a minha vida e todos os meus objetivos.
E o amor é cego, e disso eu soube quando
Meu coração foi cegado por você.
Eu beijei seus lábios e segurei sua cabeça.
Compartilhei seus sonhos e compartilhei sua cama.
Eu te conheço bem. Conheço seu cheiro.
Eu fui viciado em você.

Adeus minha amante.
Adeus minha amiga.
Você já foi a única.
Você já foi a única pra mim.

Eu sou um sonhador, mas quando eu acordo
Você não pode partir meu espírito - são meus sonhos que você pega.
E quando você for adiante, lembre-se de mim.
Lembre-se de nós e de tudo que costumávamos ser.
Eu já vi você chorar. Eu já vi você sorrir.
Eu já assisti você dormir por um momento.
Eu seria o pai de seu filho.
Eu passaria uma vida com você.
Eu sei seus medos e você sabe os meus.
Nós tivemos nossas dúvidas mas agora nós estamos bem,
E eu te amo, eu juro que é verdade.
Eu não posso viver sem você.

Eu ainda seguro suas mãos nas minhas.
Nas minhas enquanto estou adormecido.
Eu carregarei minha alma à tempo,
Quando eu estiver ajoelhando aos seus pés.

Eu sou tão vazio.

VC VAI ME ABANDONAR?


“Você vai me abandonar e eu nada posso fazer para impedir. Você é meu único laço, cordão umbilical, ponte entre o aqui de dentro e o lá de fora. Te vejo perdendo-se todos os dias entre essas coisas vivas onde não estou. Tenho medo de, dia após dia, cada vez mais não estar no que você vê. E tanto tempo terá passado, depois, que tudo se tornará cotidiano e a minha ausência não terá nenhuma importância. Serei apenas memória, alívio, enquanto agora sou uma planta carnívora exigindo a cada dia uma gota de sangue para manter-se viva. Você rasga devagar o seu pulso com as unhas para que eu possa beber. Mas um dia será demasiado esforço, excessiva dor, e você esquecerá como se esquece um compromisso sem muita importância. Uma fruta mordida apodrecendo em silêncio no quarto.”
(Caio F. Abreu)

Deixe-me só

Deixe-me só
com meus fantasmas
E sinta de onde estiver
meus soluços de dor
Deixe-me sozinha
no escuro dos teus olhos fechados
Irei dormir no teu passado
ao som do teu silêncio.
(Lyani)



"O meu mundo
não é como o dos outros;
quero demais, exijo demais;
há em mim uma sede de infinito,
uma angústia constante
que nem eu mesma compreendo,
pois estou longe de ser uma pessimista;
sou antes uma exaltada,
com uma alma intensa,
violenta, atormentada,
uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudades...
sei lá de quê!"
(Florbela Espanca
)

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008


"Fica estabelecida a possibilidade de sonhar coisas impossíveis e de caminhar livremente em direção aos sonhos". (Luciano Luppi)

Não se engane

“Não pense que a pessoa tem tanta força assim a ponto de levar qualquer espécie de vida e continuar a mesma. Até cortar os defeitos pode ser perigoso - nunca se sabe qual o defeito que sustenta nosso edifício inteiro...há certos momentos em que o primeiro dever a realizar é em relação a si mesmo. Quase quatro anos me transformaram muito. Do momento em que me resignei, perdi toda a vivacidade e todo interesse pelas coisas. Você já viu como um touro castrado se transforma em boi. Assim fiquei eu...Para me adaptar ao que era inadaptável, para vencer minhas repulsas e meus sonhos, tive que cortar meus grilhões - cortei em mim a forma que poderia fazer mal aos outros e a mim. E com isso cortei também a minha força. Ouça: respeite mesmo o que é ruim em você - respeite, sobretudo o que imagina que é ruim em você - não copie uma pessoa ideal, copie você mesma - é esse seu único meio de viver. Juro por Deus que, se houvesse um céu, uma pessoa que se sacrificou por covardia ia ser punida e iria para um inferno qualquer. Se é que uma vida morna não é ser punida por essa mesma morbidez. Pegue para você o que lhe pertence, e o que lhe pertence é tudo o que sua vida exige. Parece uma vida amoral. Mas o que é verdadeiramente imoral é ter desistido de si mesma. Gostaria mesmo que você me visse e assistisse minha vida sem eu saber. Ver o que pode suceder quando se pactua com a comodidade da alma". 

(Clarice Linspector)

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Esperar?


Assisti ontem uma reprise da série Men In Trees que o comentário final da personagem foi este:
“Dizem que a paciência é uma virtude, e como a maioria das virtudes nós não sabemos se a possuímos até que sejamos testados. Se tivermos sorte, temos alguém para fazer o teste conosco. E se pudermos passar no teste, se pudermos esperar tempo suficiente nós poderemos ter uma recompensa maior do que esperávamos. O engraçado sobre a espera é que parece que quanto mais queremos uma coisa, mais tempo teremos que esperar por ela. Decidir esperar por um longo período não deveria ser decidido levianamente. Mas é uma decisão mais fácil de se conviver do que outras.”
Sou uma pessoa muito impaciente, quero que as as frutas amadureçam antes do tempo. Dói esperar, acho horrível e sempre esqueço das vezes que tive paciência e de como tudo foi recompensado, sempre esqueço que mesmo que doa esperar, é sempre a melhor saída. Muito melhor do que quando quero todas as respostas hoje, muito melhor do que quando minha urgência emocional segue instintos ameaçadores e acaba estragando um grande momento, uma grande recompensa. Infelizmente, cheguei hoje a essa conclusão, não foi nem ontem quando assisti o episódio, foi hoje, a ficha aqui demora pra cair. Acho que é por essa minha falta de paciência que eu nunca obtenho certezas, nunca tenho respostas concretas. Tudo fica em cima do muro, tudo fica num maldito talvez. Sempre digo que vou deixar nas mãos de Deus, mas não deixo, porque fico querendo controlar e saber de tudo antes do tempo.
Ahh! Eu tenho que aprender a esperar, tenho que deixar as respostas para minhas perguntas nas mãos de Deus, nas mãos do tempo. Gostaria de imaginar que isso é fácil e que vou cumprir a risca, mas sei que não vou, mas garanto que vou tentar, fazer o impossível em mim. Procurar aceitar o que Deus tem pra mim, esperar pra ver se a vida me manda as respostas sem que eu pressione para tê-las. Vou lembrar das poucas vezes que agi assim, foi tão bom colher os frutos maduros na hora certa...pensando assim, talvez eu realmente consiga. Vai ser melhor do que muitas respostas apressadas e incomletas
.

Por não estarem distraídos


POR NÃO ESTAREM DISTRAÍDOS

Havia a levíssima embriaguez de andarem juntos, a alegria como quando se sente a garganta um pouco seca e se vê que, por admiração, se estava de boca entreaberta: eles respiravam de antemão o ar que estava à frente, e ter esta sede era a própria água deles. Andavam por ruas e ruas falando e rindo, falavam e riam para dar matéria peso à levíssima embriaguez que era a alegria da sede deles. Por causa de carros e pessoas, às vezes eles se tocavam, e ao toque - a sede é a graça, mas as águas são uma beleza de escuras - e ao toque brilhava o brilho da água deles, a boca ficando um pouco mais seca de admiração. Como eles admiravam estarem juntos! Até que tudo se transformou em não. Tudo se transformou em não quando eles quiseram essa mesma alegria deles. Então a grande dança dos erros. O cerimonial das palavras desacertadas. Ele procurava e não via, ela não via que ele não vira, ela que, estava ali, no entanto. No entanto ele que estava ali. Tudo errou, e havia a grande poeira das ruas, e quanto mais erravam, mais com aspereza queriam, sem um sorriso. Tudo só porque tinham prestado atenção, só porque não estavam bastante distraídos. Só porque, de súbito exigentes e duros, quiseram ter o que já tinham. Tudo porque quiseram dar um nome; porque quiseram ser, eles que eram. Foram então aprender que, não se estando distraído, o telefone não toca, e é preciso sair de casa para que a carta chegue, e quando o telefone finalmente toca, o deserto da espera já cortou os fios. Tudo, tudo por não estarem mais distraídos”
(Clarice Lispector)


"Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás passar, para atravessar o rio da vida - ninguém, exceto tu, só tu. Existem, por certo, atalhos sem números, e pontes, e semideuses que se oferecerão para levar-te além do rio; mas isso te custaria a tua própria pessoa; tu te hipotecarias e te perderias. Existe no mundo um único caminho por onde só tu podes passar. Onde leva? Não perguntes, segue-o!” (Friedrich Nietzsche)

TORPOR


Saíste nesse instante...

Ainda há pelo ar, suspenso,
o perfume sutil que havia em teus cabelos,
e o leito ainda transpira as carícias de amor.
Deixaste-me sozinho...
E enquanto, a sós, eu penso,
sinto na minha boca esse sabor intenso
dos beijos que tu dás...
E não posso esquecê-los
porque vive em meu corpo ainda teu calor...
(J. G. de Araújo Jorge)

sábado, 23 de fevereiro de 2008

Todo tempo é pouco pra te amar

pegue o seu no Templatesdalua.com
Toda vez que você vem me ver
Eu não sei o que fazer pra te agradar
O seu toque só me dar prazer
Tá difícil de viver sem te abraçar
Gosto de te ver perto de mim
Nosso amor começa e não tem fim...
É um fogo que me faz arder
Um desejo de querer não mais parar
E quando teu coração bater
Eu já sei que vou viver só pra te amar
Gosto de fazer você feliz
Nosso amor é flor que tem raiz...
Toda vez que você vem me ver
Dá vontade de parar o tempo
Esse instante que não cansa de passar
Quero sempre ter o teu amor
Quanto mais e mais eu quero
E a minha vida inteira é pra te dar
Todo o tempo é pouco pra te amar...
Não queria postar música pra tentar expressar o que tô sentindo nesse momento, mas nada do que pensei relatava tão bem o que senti... Passei o sábado inteiro com essa música na cabeça!

Pele

Pele é uma coisa misteriosa. A pessoa é educada, inteligente, doce, tem um papo legal, mas não tem, digamos, ‘aquela coisa’. É a pele, o cheiro... Sabe-se lá o quê, mas que fascina, que só de cegar perto a gente fica agitada, só de sentir o cheiro o corpo fica pedindo, só de encostar... Essa história de que ‘se aprende a amar’, pode até ser... Mas jamais conheci ninguém que aprendeu a sentir tesão. O ar fica tomado. O corpo fica pedindo o toque, as mãos. Você arruma substituto, engana o meio de campo, se esforça para afastar... Mas o corpo pede. Gosto também é misterioso. Gosto de beijo é inconfundível. Você beija e o mais gostoso é a língua? Bobagem. O mais gostoso é o gosto. Aquele gosto que você conhece. Aquele gosto de quem sabe que o tesão está tomando o ar. Às vezes a gente precisa mesmo de pele, noutras é só a alma que precisa de cuidados. Mas o bacana mesmo, o “amor que vinga”, como dizia a minha avó, é o que consegue exigir que a alma precise sempre da pele.
(Raquel Lemos)

"É também porque sempre fui de brigar muito, meu modo é brigando. É porque sempre tento chegar pelo meu modo. É porque ainda não sei ceder. É porque no fundo eu quero amar o que eu amaria - e não o que é. É porque ainda não sou eu mesma, e então o castigo é amar um mundo que não é ele. É também porque eu me ofendo à toa. É porque talvez eu precise que me digam com brutalidade, pois sou muito teimosa.” (Clarice Lispector)

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

pegue a sua no TemplatesdaLua.com

Contrários

Só quem já provou a dor

Quem sofreu, se amargurou
Viu a cruz e a vida em tons reais
Quem no certo procurou
Mas no errado se perdeu
Precisou saber recomeçar
Só quem já perdeu na vida sabe o que é ganhar
Porque encontrou na derrota o motivo para lutar
E assim viu no outono a primavera


Descobriu que é no conflito que a vida faz crescer.

Que o verso tem reverso
Que o direito tem avesso
Que o de graça tem seu preço
Que a vida tem contrários
E a saudade é um lugar
Que só chega quem amou
E que o ódio é uma forma tão estranha de amar

Que o perto tem distâncias
Que esquerdo tem direito
Que a resposta tem pergunta
E o problema solução
E que o amor começa aqui
No contrário que há em mim
E a sombra só existe quando existe alguma luz.



Só quem soube duvidar
Pôde enfim acreditar
Viu sem ver e amou sem aprisionar
Quem no pouco se encontrou
Aprendeu multiplicar
Descobriu o dom de eternizar
Só quem perdoou na vida sabe o que é amar
Porque aprendeu que o amor só é amor
Se já provou alguma dor
E assim viu grandeza na miséria
Descobriu que é no limite
Que o amor pode nascer.
(Pe. Fábio de Melo)

Te Necessito

Te Necessito (tradução)
Shakira
Se é a chuva de todos os dias que aumentou seu nível
E a música não tem o mesmo efeito que um olhar teria
Talvez tenha vivido tanto em tão pouco e tão curto tempo
Que não sei nem que idioma falo, nem que velas carrego dentro deste enterro.
Sinto que já não tenho forças para saltar e agarrar o solE por mais que eu tente
não escuto nem minha própria voz
Já não sei se vivi dez mil dias ou um dia dez mil vezes
E lhe conto minha história querendo trocar as perdas por ganhos


Te necessito, te necessito meu amor
Onde quer que você esteja me faz falta seu calor
Te necessito, te necessito meu amor
Por que és parte de mim, te necessito aqui e não sei viver sem ti, não aprendi.


E me encontro aqui perdida como uma agulha em um palheiro.
Como areia movediça, submersa em minha solidão
Já não sei se vivi dez mil dias ou um dia dez mil vezes
E eu te acrescento a minha história
Querendo mudar as vezes que me dei mal por ficar acrescentando


Te necessito...

Becoming II

"Há momentos na vida que definem quem você vai ser.
Às vezes são momentos sutis.
Outras vezes ... não...

A verdade é, mesmo que os veja chegando,
não estará pronto para os grandes momentos.
Ninguém pede para que a vida sua mude.

Mas ela muda.
Então o que somos?
Desvalidos?
Marionetes?
Não!

Os grandes momentos vão chegar, isso é inevitável.
É o que você faz depois que conta.
É aí que você descobre quem você é... "

(Joss Whedon - Criador da série Buffy The Vampire Slayer)

Aí, momento marcante dessa série que eu amo tanto, acabou na Tv, mas ainda tenho os quadrinhos para me consolar...Ter a esperança que Buffy e Angel ainda fiquem juntos, apesar de gostar muito de Spike e achar lindo o que ele sentia por Buffy e o quanto lutou por ela, ainda torço por Angel. Esse trecho é do último episódio da segunda temporada (Becoming II), muito lindo e emocionante (não vou contar o que acontece, assista), vale a pena alugar os Dvd's (comprar é ainda melhor). Sei que muitos julgam a série pelo nome, ou pelo baixo orçamento, ou qualquer outro motivo, mas quem não viu, dê uma chance a série, ela é riquíssima em muitos outros aspectos, é um outro universo, o Buffyverse. Rendeu muito material pra séries como Smallville, Supernatural, Charmed...A primeira temporada é fraquinha, mas passe dela, vá pra segunda e aí vc vicia, começa a ver o negócio pegar fogo!

Foto: Montagem Sarah Michelle e David Boreanaz in Buffy a Caça Vampiros, ep 2.22 


quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

Ah! Saudade!

pegue o seu no Templatesdalua.com
"Vontade de ficar sozinha
Só pra saber
se você ía ou vinha
Quando deixou
Esse bagaço no meu peito
Pedaço estreito
defeito na mercadoria
do jeito que você queria".
(Alice Ruiz)


Você sabe o que é ter um amor, meu senhor
Ter loucura por uma mulher
E depois encontrar este amor, meu senhor
Nos braços de um outro qualquer


Você sabe o que é ter um amor meu senhor
E por ele quase morrer
E depois encontrá-lo em um braço
Que nenhum pedaço do seu pode ser
Há pessoas com nervos de aço
Sem sangue nas veias e sem coração
Mas não sei se passando o que passo
Talvez não lhe venha qualquer reação
Eu não sei se o que trago no peito
É ciúme, despeito, amizade ou horror
Eu só sei é que quando eu a vejo
Me dá um desejo de morte ou de dor

O mais é nada


O mais é Nada

"Sonhe com as estrelas, apenas sonhe, elas só podem brilhar no céu.
Não tente deter o vento, ele precisa correr por toda parte, ele tem pressa de chegar, sabe-se lá aonde.

As lágrimas?
Não as seque, elas precisam correr na minha, na sua, em todas as faces.
O sorriso!
Esse, você deve segurar, não o deixe ir embora, agarre-o!
Persiga um sonho, mas, não o deixe viver sozinho.
Alimente a sua alma com amor, cure as suas feridas com carinho.
Descubra-se todos os dias, deixe-se levar pelas vontades, mas, não enlouqueça por elas. Abasteça seu coração de fé, não a perca nunca.
Alargue seu coração de esperanças, mas, não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue. Se sentir saudades, mate-as.
Se perder um amor, não se perca! Se o achar, segure-o!
Circunda-se de rosas, ama, bebe e cala.
O mais é nada".
(Acredito que o autor seja Fernando Pessoa)

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

Amor

“Amor que é amor dura a vida inteira. Se não durou é porque nunca foi amor. O amor resiste à distância, ao silêncio das separações e até às traições. Sem perdão não há amor. Diga-me quem você mais perdoou na vida, e eu então saberei dizer quem você mais amou. O amor é equação onde prevalece a multiplicação do perdão. Você o percebe no momento em que o outro fez tudo errado, e mesmo assim você olha nos olhos dele e diz: "Mesmo fazendo tudo errado eu não sei viver sem você. Eu não posso ser nem a metade do que sou se você não estiver por perto." Se um dia na sua vida você tiver que saber quem na vida mais te amou, quais foram as pessoas que mais te amaram de verdade, é só descobrir as pessoas que mais te perdoaram. É uma matemática fácil de ser feita. Porque na vida nós só temos o direito de dizer que amamos, depois de muitas outras vezes termos precisado perdoar alguém. Que o amor é justamente o momento em que você descobre o outro fazendo tudo errado, tudo ao contrário do que prometeu, e mesmo assim você ainda tem reservas aí dentro pra trazê-lo de volta, pra olhá-lo nos olhos no momento em que ele não merece, pra desconcertá-lo com seu perdão no momento em que ele esperava sua gozação. E nisso, Jesus é mestre!!!Da mesma forma, se você quiser saber quem você mais amou é só começar a contar nos dedos as pessoas que você mais precisou perdoar. Porque o amor não existe fora do perdão. Se essas pessoas que dizem que te amam só porque você faz as coisas certas, cuidado!!! Porque no dia em que você não conseguir fazer tudo certinho e ela te dispensar, não fica triste não... É porque nunca te amou. O amor nos possibilita enxergar lugares do nosso coração que sozinhos jamais poderíamos enxergar. O poeta soube traduzir bem quando disse: 'Se eu não te amasse tanto assim, talvez perdesse os sonhos dentro de mim e vivesse na escuridão. Se eu não te amasse tanto assim talvez não visse flores por onde eu vi, dentro do meu coração'. Bonito isso. Enxergar sonhos que antes eu não saberia ver sozinho. Enxergar só porque o outro me emprestou os olhos , socorreu-me em minha cegueira. Eu possuía e não sabia. O outro me apontou, me deu a chave, me entregou a senha. Coisas que Jesus fazia o tempo todo. Apontava jardins secretos em aparentes desertos”...(Pe. Fábio de Melo)

Paixão

AMOR ESPETÁCULO!

O Amor de espetáculo é justamente isso que nós chamamos de paixão. A paixão é um jeito bonito que nós temos de ver que nós viramos burros de novo, o apaixonado é sempre um otário, ele não vê defeito em ninguém. A criatura que está apaixonada, é a criatura que está...tudo é lindo! A paixão é este sentimento temporário (e ainda bem que é), é a ante-sala do Amor. Todo mundo que vai amar um dia, precisa passar pelo processo da paixão, a paixão é um espetáculo. Pode observar que dá ibope quando é aquela paixão fulminante, aquela coisa avassaladora. E depois você começa a enxergar que ele tem defeitos, antes ninguém percebia. De repente a gente começa a perceber que esses elementos da paixão vão sendo clareados porque uma luz está acendendo. A paixão dura o tempo que você deixar a luz apagada. Amor cego leva pro buraco mesmo. O encontro só acontece no momento em que a gente acende as luzes. Paixão dura o tempo que a gente deixa a luz apagada, o tempo que a gente não tem coragem de olhar pro outro como ele é e o Amor só vai ser legítimo se essa paixão passar, esse tempo de espetáculo e artificialidade passar e der lugar a um sentimento tranqüilo que lhe condições de ver o que o outro tem de melhor e o que outro tem de pior e mesmo assim você continuar preferindo estar ao lado dele. E aí cai naquela história "eu procuro uma pessoa ideal". Não, você não tem que procurar a pessoa ideal, a pessoa ideal só existe aqui. Você tem que procurar é a pessoa certa, a pessoa certa existe e está em algum lugar deste mundo.

(Padre Fábio de Melo)

Passion

"A paixão
Ela está presente em todos nós
Adormecida, a espera.
E, ainda que não seja desejada
Que não seja procurada
Ela entrará em ebulição,
Abrirá suas mandíbulas e uivará.
Ela fala conosco, nos guia.
A paixão nos comanda e nós a obedecemos.
A paixão é a fonte dos nossos melhores momentos.
A alegria do amor
A clareza do ódio
E o êxtase do desgosto
As vezes dói mais do que podemos aguentar.
Se nós pudéssemos viver sem paixão
talvez conhecêssemos algum tipo de paz
Mas seríamos vazios.
Salas vazias, fechadas e úmidas
Sem a paixão estaríamos mortos de verdade".
(Angel in "Buffy the vampire slayer" - Passion)

Foto: Sarah Michelle Gellar e David Boreanaz in Buffy, the Vampire Slayer]

terça-feira, 19 de fevereiro de 2008

Passara do ponto

"Só então percebeu que há muito passara do seu ponto de descida. Na fraqueza em que estava, tudo a atingia com um susto. Parecia ter saltado no meio da noite. Seu coração batia de medo, ela procurava inutilmente reconhecer os arredores, enquanto a vida que descobrira continuava a pulsar e um vento mais morno e mais misterioso rodeava-lhe o rosto".


(Clarice Lispector - Laços de família)

 
"Já não tenho fantasmas
Invoco a todos
Que venham em bando
povoar meus dias
atormentar minhas noites".
(Alice Ruiz)

"Minha voz
não chega aos teus ouvidos
Meu silêncio
Não toca teus sentidos
Sinto muito
Mas isso é tudo que sinto".
(Alice Ruiz)


"Ainda me viro e me vejo
Pronta a te chamar
A te contar
Que aprendi hoje
Coisas que você soube"
(Alice Ruiz)


Pense em mim,
Pense em mim com carinho
Quando nos despedirmos.
Lembre-se de mim de vez em quando
Por favor, prometa-me que irá tentar.
Quando achar aquilo que tanto deseja
Venha buscar o seu coração...
E fique livre...
E se você tiver um momento,
Pensa um pouco em mim
Nós nunca dissemos que nosso
Amor era perfeito,
Nem imutável como o mar
Mas se ainda puder se lembrar
Pare e pense em mim.
Pense em todas as coisas
Que nós compartilhamos e vimos...
Não pense como as coisas deviam ter sido.
Pense em mim
Pense em mim quando acordava,
silenciosa e resignada
Imagine-me me afastando para afastá-lo de minha mente...
Recorde aqueles dias,
Lembre-se daqueles tempos...
Pense nas coisas que nunca faremos...
Nunca haverá um dia em que eu não pensarei em você
(...)
As flores perecem
As frutas do verão perecem
Elas têm as suas próprias épocas,
Assim como nós
Mas, por favor, prometa que de vez em quando
Você vai pensar em
Mim

Música simplesmente maravilhosa!!! Melodia que toca o coração da gente...Pelo menos pra mim...
O novo filme O fantasma da Ópera vem cheio de encantos, afinal não há quem não tenha sequer uma pitada de emoção quando a atriz que interpreta a personagem Christine canta essa linda música.
É de arrepiar!!!

Foto: Emmy Rossum e Gerard Butler in O fantasma da ópera


"Assim: olha, eu sei que o barco tá furado e sei que você também sabe, mas queria te dizer pra não parar de remar, porque te ver remando me dá vontade de não querer parar também"... (Caio Fernando Abreu)

Perdida


"Estou desorganizada {…}É difícil perder-se. É tão difícil que provavelmente arrumarei depressa um modo de me achar, mesmo que achar-me seja de novo a mentira que vivo.{…}Se tiver coragem, eu me deixarei continuar perdida. Mas tenho medo do que é novo e tenho medo de viver o que não entendo, quero sempre ter a garantia de pelo menos estar pensando que entendo, não sei me entregar à desorientação. Como é que se explica que o meu maior medo seja exatamente em relação: a ser? e no entanto não há outro caminho. Como se explica que o meu maior medo seja exatamente o de ir vivendo o que for sendo? como é que se explica que eu não tolere ver, só porque a vida não é o que eu pensava e sim outra como se antes eu tivesse sabido o que era! Por que é que ver é uma tal desorganização?”
(Clarice Lispector in A Paixão Segundo G.H. .)


Ainda espero



Eu apenas queria que você soubesse

Que aquela alegria ainda está comigo

E que a minha ternura não ficou na estrada

Não ficou no tempo presa na poeira ♪
(Gonzaguinha)

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Minha marca

"O que deixo, o que marco em sua vida, quando eu passo por você? O que os meus olhos confessam, quando encontram com os seus? Se eu deixo uma saudade boa pra lembrar, o que fica de mim, eu pergunto se valeu a pena, ter deixado eu ir além, ter entrado ai na sua casa dividindo o que é seu, essa vida vai muito depressa e é bom saber o que deixei de mim, pode ser q nesta vida eu não possa mais voltar, para amar quem não amei, consertar o que estraguei, o perdão que não pedi, a solidão que não desfiz, o sorriso que neguei e aquele esforço q não fiz, eu sei que o tempo vai passar, as pessoas vão e vem, mas sei que algumas vão ficar, pelo mal ou pelo bem, não morrerá quem soube amar e que seja sempre assim, que EU DEIXE SÓ O BEM QUE EXISTE EM MIM, se com vc não consegui, eu voltei quem sabe assim, a gente possa se olhar, como quem nunca se viu, e no perdão recomeçar, pra depois reconhecer: minha vida é bem melhor por ter vc.." Pe. FÁBIO DE MELO

;;
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sentimentos Soltos

Template by:
Free Blog Templates