terça-feira, 31 de janeiro de 2012

"...fazia muito tempo que eu não tinha vontade de sorrir para nada nem para ninguém, então era extraordinário que ele conseguisse perturbar assim os cantos de meus lábios."

[Caio Fernando Abreu]
Foto: Cameron Diaz e Jude Law in O amor não tira férias

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

"Antes de (in)compreender o próximo, tente se encontrar por dentro pra encurtar o caminho do entendimento. Quando passamos a nos observar mais, temos facilidade em não julgar com tanta imponência, a fragilidade e o erro humano. Pois somos, de certa forma, o reflexo do outro. E a incompreensão também."

[Bibiana Benites]

domingo, 29 de janeiro de 2012

"A moral era apenas uma velha megera, e as vergonhas não precisavam corar diante do mérito. Claro que há coisas que nos escapam, mas, na maior parte do casos, somos os principais artesões de nossas infelicidades. Fabricamos nossos erros com nossas mãos, e ninguém deve se vangloriar por ter menos a lamentar que seu vizinho. Quanto ao que chamamos de fatalidade, é só nossa teimosia em não assumir as consequências de nossas pequenas e grandes fraquezas." 

[Yasmina Khadra in  O Que O Dia Deve À Noite]

"O tempo passa e algumas pessoas se recusam a mudar! Abandonar péssimos hábitos, andar pra frente, esquecer as picuinhas e mediocridades. Crescem e não amadurecem. Se prendem a disputas que não levam a lugar algum, joguinhos de ego, e futilidades sem fim. Vivem a vida alheia, por não ter vida pra viver. Planejam vinganças que só fazem mal a si mesmas. Falta de amor próprio ou de ocupação? Eu respondo: Falta de vida real, de enxergar a felicidade em si mesma e procurar problemas nos outros pra se sentir um pouco melhor... Falta de ar puro, de dar e receber amor... Vivem de fantasia e não vivem. Se iludem e se prendem a um passado que só não passa pra esse tipo de pessoa. Eu escolhi por andar pra frente, e seguir em paz. E o problema que algumas pessoas podem ter comigo, é um problemas SÓ delas."

[Karla Tabalipa]

"Que um relacionamento não seja prisão; que não seja enfermaria nem muleta, mas que seja vida, crescimento(turbulências eventuais incluídas)
Que seja cumplicidade, porque a vida já é difícil sem afetos. O entendimento recíproco é um oásis no isolamento desta nossa vida pressionada por tempo, dinheiro, regras, mil solicitações de família, trabalho, grupo social, realidade do mundo.
Que seja presença e companhia, o relacionamento bom: pois a solidão é um campo demasiado vasto para ser atravessado a sós."

[Lya Luft]

sábado, 28 de janeiro de 2012

Para hoje

"Que nos vejamos livres daquelas histórias que só nos fizeram mal, daquelas pessoas que entraram na nossa vida pra nos magoar, pra nos fazer desacreditar um pouco na tal felicidade.
Que sejamos livres de sentimentos ruins e pessoas pequenas, mas que ocupam um espaço imenso no nosso coração, deixando tudo mais feio lá dentro.
Que a gente consiga desocupar esses espaços e deixá-los livres pra quem quiser entrar, trazendo sorrisos e amor de verdade.
Que mudemos com a mudança de ano. Que deixemos pra trás, junto com ele, os sentimentos ruins, que fazem com que sejamos menos felizes.
E, no lugar de pular algumas ondas, consigamos pular as mágoas, o rancor e a má vibração que o passado nos deixou de herança.
Vamos guardar os momentos lindos em um cantinho do coração e deixar um espaço imenso pras coisas lindas que o novo ano nos reserva?"

[Karla Tabalipa]

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

"Confesso não saber quantas vezes terei que me reinventar, nem quantos longos caminhos ainda preciso percorrer, nem qual toque, nem qual a maneira certa e nem quais serão as palavras mais coerentes para usar. Realmente não sei. Porém, tudo isso perde a importância, quando a certeza que carrego na mochila, é saber que meu rumo,sem desvios, sempre será o seu coração."

[Erick Tozzo]

"Você é adulto mesmo?
Então pare de reclamar, pare de buscar o impossível, pare de exigir perfeição de si mesmo, pare de querer encontrar lógica pra tudo, pare de contabilizar prós e contras, pare de julgar os outros, pare de tentar manter sua vida sob rígido controle.

Simplesmente, divirta-se!"

[Martha Medeiros in 'Feliz por nada']

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Penso que, se uma pessoa me faz rir, já é do bem e vira amiga. Porque gente luzeira, desse jeito, tá difícil de achar hoje em dia. Então, me agarro a ela como se fosse minha salvação. Salvação de um dia morno e cinza. 

Mas tô nem aí pra vocês, ó! Gente de cara amarrada, que só dá coice porque não aprendeu a sorrir. Que não aprendeu a ser feliz. Que não aprendeu a ver a beleza e a delícia que a vida é.
E é pra essa pessoa que eu digo: Se quiser andar com a gente, pode vir. 

[...]a gente também costuma estender a mão pra quem joga pedra. A gente devolve sorriso pra quem mostra a língua.
[...]
Porque a alegria de viver, meu bem, não se aprende e não se compra numa botique da esquina.


[Cris Carvalho]
Foto: Cynthia Nixon, Sarah Jessica Parker, Kristin Davis e Kim Catrall in Sex and the City

...Primeiro, a beleza pura rompendo o céu de verão, esse temor respeitoso que toma conta do coração, sentir-se tão irrisório no próprio centro do sublime, tão frágil e tão repleto da majestade das coisas, siderado, agarrado, radiante pela munificência do mundo.
(…)
Depois, como as lágrimas, às vezes, quando são redondas, fortes e solidárias, deixam atrás de si uma longa praia lavada de discórdia, a chuva, no verão, varrendo a poeira imóvel é para a alma das criaturas como uma respiração sem fim.
Assim, certas chuvas de verão se implantam em nós como um novo coração que bate em uníssono com o outro.

[Muriel Barbery in A elegância do ouriço]



quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

"A vida é assim. O aprendizado é na prática. E a regra é simples: se não posso mudar os fatos, então deixo que os fatos me modifiquem. Quero o crescimento possível, a travessia que me é proposta. Porque ficar parado e lamentando a vida que não quero, é um jeito estranho de abandonar a vida que tanto desejo."

[Pe. Fábio de Melo]

"Pare de idealizar seu amor em vez de encontra-lo.
O amor não é sempre como um raio, as vezes é só uma escolha.
Talvez o amor verdadeiro seja uma decisão, 
decisão de correr um risco com alguém.
Dar-se, sem se preocupar se irão 
dar algo em troca ou magoar você ou se é a pessoa certa.
Talvez o amor não seja algo que aconteça, talvez seja uma escolha.

[Filme: Amores e Outros Desastres]

"Sorrir é quando a gente faz poesia com a cara, é quando confessamos as alegrias da vida sem precisar de palavras, quando chegamos mais perto do coração. E, nestes dias, tenho aprendido que a falência do sorriso antecipa a da vida, que sorrisos sinceros não se soltam ao vento, que sorrir é uma atitude, e se for da gente mesmo, é ainda mais, é uma virtude. E, vamos combinar, nada ilumina mais a vida da gente!"

[Solange Maia]
Foto: Blake Lively

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Bondade de Deus

"Deus tem sido muito bom comigo.
Vezenquando, ele me sorri, 
brinca de acender céu e me fazer ouvir estrelas."

[Cris Carvalho]

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Não é ele

"Coitado do amor, é sempre acusado de provocar dor, quando deveria ser reverenciado simplesmente por ter acontecido em nossa vida, mesmo que sua passagem tenha sido breve. E se não foi, se permaneceu em nossa vida, aí é o luxo supremo. Qualquer amor merece nossa total indulgência, porque quem costuma estragar tudo, caríssimos, não é ele, somos nós.

[Martha Medeiros in  Doidas e Santas - 'Absolvendo o amor pertencente a obra']

"Sou uma eterna apaixonada por palavras e pessoas inteiras... Sigo a vida conforme o roteiro, sou quase normal por fora, pra ninguém desconfiar. Mas por dentro eu deliro e questiono. Não quero uma vida pequena, um amor pequeno, um alegria que caiba dentro da bolsa. Eu quero mais que isso. Quero o que não vejo. Quero o que não entendo. Quero muito e quero sem fim. Não cresci pra viver mais ou menos, nasci com dois pares de asas, vou aonde eu me levar. Por isso, não me venha com superfícies, nada raso me satisfaz. Eu quero é o mergulho. Entrar de roupa e tudo no infinito que é a vida. E rezar – se ainda acreditar – pra sair ainda bem melhor do outro lado de lá."

[Fernanda Mello]
Foto: Gwyneth Paltrow

"Escolhi este caminho e não pretendo sair. Não sei. Nem quero. Há caminhos e caminhos. Alguns se perdem de nós muito perto da chegada. Outros se prendem a nós pelo amor, pela liberdade ou pelo estômago repleto de borboletas. Eu sei que passa. [...] Fico porque em tudo há cura e delicadeza." 

[Priscila Rôde]
Foto: Julia Roberts in 'Comer rezar e amar'. 

domingo, 22 de janeiro de 2012

"Você vai rir, sem perceber, felicidade é só questão de ser.
Quando chover, deixar molhar 
pra receber o sol quando voltar."

[Marcelo Jeneci]

"Se nós mesmos, que nos conhecemos mais do que ninguém, somos de tal maneira precários no julgamento de cada um, é porque não sabemos nada, não somos donos de verdade nenhuma, temos de buscá-la fora de nós." 

[Fernando Sabino in “0 Encontro Marcado”]

sábado, 21 de janeiro de 2012

"A tua solidão é tão vasta quanto a minha. Confessa. Tuas noites são povoadas por saudades. E memórias. Tu também olhas pela janela nas altas madrugadas desejando um amor. Em segredo. Tu também te perdes, caminhos errados, pessoas estranhas – o santo não bate, lembra? 
Ninguém desconfia das tuas angústias. Nem mesmo eu. E então, com meia dúzia de palavras bonitas, mas difíceis, tu te desnudas. Sem querer? 
Não te imagino intencional. És um aviãozinho de papel a vagar pelos ventos sem rumo. Engana-te se achas que é possível ser terrivelmente feliz nestes esconderijos. Abre-te para os encantos. É lá que moram os olhares encontrados, a pele arrepiada,o pé que encosta no outro sem aviso. As mãos dadas. Tu me encantas. Longe, perto, sem saber..."

[Paula Pfeifer]

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

"Quer me conhecer?

Me encontre naquele romance antigo, segundo parágrafo, mostrando que a solidão não deve se atravessar a sós. Talvez eu possa – e isso é quase certo – me mudar pros tons daquela bela música e por lá ficar: “feita de luz mas que de vento”… Ah, me desculpem os Jungs, Freuds e Lacans. Mas Chico Buarque me entenderia! Alguns artistas – e nisso incluo poetas, músicos e demais sonhadores – parecem conhecer a fundo a alma humana. Quando falam de si, mostram um pouco também de nós. Quem nunca pensou, ao menos por um segundo: essa canção foi feita pra mim? Eu já me apropriei de centenas de músicas (com o devido crédito ao autor, é claro), que dizia serem “minhas”. Naquele momento, elas – e só elas – pareciam entender o que eu sentia. Letra por letra. Rima por rima. Em cada nota, um espanto. E uma sensação de pura comunhão com o mundo: é, eu não estou sozinha. A arte também foi feita pra unir. Pra protestar. Para seduzir. Por isso, passo a vida escrevendo. Lendo. Garimpando frases. Buscando o verso certo. A estrofe perfeita. Ou um conhecimento maior sobre mim mesma. Se estou conseguindo? Não sei. A arte nem sempre é bondosa. Um dia nos pega no colo e, no outro, nos faz enxergar o que ainda é difícil de ver. Mas tudo bem. Enquanto houver um poema pra nos consolar e uma boa canção pra nos comover, “a gente vai levando." 

[Fernanda Mello]

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

"...lembre-se, que é justamente essa coragem de andar por um lugar desconhecido e adquirir habilidade para se curar de cada tombo, que fará você começar a enxergar aos poucos frestas de luz. E pode não parecer, mas o som de cada porta se fechando um dia irá soar como música aos seus ouvidos. A canção de quem aprendeu a ler as esperas. De quem aceitou a partitura da fé e aprendeu a tocar as notas no momento adequado, na afinação de Deus."

[Fernanda Gaona]

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

"Sinto mil possibilidades nascerem dentro de mim. Sou sucessivamente travessa, alegre, lânguida e melancólica. Tenho raízes mas flutuo. (...) Nasci para ser estilhaçada. Nasci para que se riam de mim. Estou destinada a andar à deriva, entre os homens e mulheres de faces contraídas e línguas mentirosas, como um pedaço de cortiça num mar revolto."

[Virginia Woolf]

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

"Estou com sede de mudanças, mas não quero arrastar os móveis, nem desentortar os quadros. Quero desabitar meus hábitos; entrar na poeira estagnada das coisas e assoprá-la no vento como quando se liberta um passarinho depois de curar sua asa machucada.

Para estar feliz eu só preciso deixar que meus dedos dancem a coreografia do poema novo, vestir as palavras de cetim pra seduzir o moço e aumentar as exclamações do seu/meu desejo."

[Marla de Queiroz]

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

 —  Bom, feliz talvez ainda não. Mas tenho assim… aquela coisa… como era mesmo o nome? Aquela coisa antiga, que fazia a gente esperar que tudo desse certo, sabe qual?
 — Esperança? Não me diga que você está com esperança! 
 — Estou, estou.

[Caio Fernando Abreu]

domingo, 15 de janeiro de 2012

A mulher realmente bonita

"Na "mulher interessante", a beleza é secundária, irrelevante e, mesmo, indesejável. A beleza interessa nos primeiros quinze dias; e morre, em seguida, num insuportável tédio visual. Era preciso que alguém fosse, de mulher em mulher, anunciando: - "Ser bonita não interessa. Seja interessante!"

[Nelson Rodrigues]

sábado, 14 de janeiro de 2012

"A vida muda nossa rota, alonga a estrada, embaralha os dias. Alguns se confundem no percurso, outros desistem da jornada. Aprendi a semear flores por onde passo, para não perder o caminho de volta, para identificar a chegada de casa."

[Renata Fagundes]

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

"Foi amando que construí amores eternos, foi amando que modifiquei meus conceitos e preconceitos, foi amando que colhi histórias pra contar em versos as poesias do meu coração." 

[Denise Portes]

"Eu não estou triste. 
Só estou fazendo silêncios. 
Só estou me recolhendo. 
Só estou amanhecendo, por dentro." 

[Priscila Rôde]

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Diz-me, porque não nasci igual aos outros, 
sem dúvidas,
sem desejos de impossível? 
E é isso que me traz sempre desvairada, 
incompatível com a vida que toda a gente vive." 

 [Florbela Espanca]

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

"Mas amar é 
querer que a alma do outro seja feliz,
não importa como, onde e assim por adiante..."

[Mini-série: Hoje é dia de Maria]
Foto: Leighton Meester e Ed Westwick

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

"Tomara que os nossos enganos mais devastadores não nos roubem o entusiasmo para semear de novo. Que a lembrança dos pés feridos quando, valentes, descalçamos os sentimentos, não nos tire a coragem da confiança. Que sempre que doer muito, os cansaços da gente encontrem um lugar de paz para descansar na varanda mais calma da nossa mente. Que o medo exista, porque ele existe, mas que não tenha tamanho para ceifar o nosso amor."

[Ana Jácomo]

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

"Não sei fingir. Abraço minhas vontades, mesmo que a minha cara fique roxa de tanto apanhar. Cumpro minhas promessas, mesmo que me doa. Não brinco com os outros para me distrair, tampouco dou uma de boa samaritana para depois me esconder atrás da moita. Isso não. Por isso, digo e repito: gosto de gente de verdade.  Se você é assim, por favor, senta aqui e vamos tomar uma birita."

[Clarissa Corrêa]
Foto: Leighton Meester in Gossip Girl

"Fico besta com quem perde a compostura por não gostar de algo ou alguém: tão mais simples desconectar. Não ouça, não leia, não prestigie. Dê atenção ao que tem sintonia com você. E toque sua vida, sem agredir."

[Martha Medeiros]

"Muitas doenças da alma decorrem do fato de que nos levamos a sério. Os demônios são sérios e graves. 
Deus é leve e ri. "O riso é o início da oração" 

[R. Niebuhr]



"Separações...

...Ruins para o coração, 
mas ótimas para a economia". 

[Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker) primeiro episódio da quinta temporada de Sex and the City]

domingo, 8 de janeiro de 2012

"Frescor agradecido de capim molhado
Como alguém que chorou e depois sentiu uma grande,
uma quase envergonhada alegria.
Por ter a vida
Continuando..."

[Mário Quintana]

"Existem aqueles dias radiantes que a gente acha que sente que chegou a hora. Só que na maioria deles, a realidade tem preguiça de superar os sonhos mágicos desse meu coração, esse que também serve de depósito para restos de amores que me acertam de raspão. Olha, não sei qual dói mais. Quando acaba, quando sentimos que acabou, ou quando a gente precisa cair na real que acabou e já faz tempo."

[Gabito Nunes]

sábado, 7 de janeiro de 2012

"Os livros podem não alterar nosso sofrimento, os livros podem não nos proteger do mal, os livros podem não nos dizer o que é bom e o que é belo, e certamente não terão como nos livrar do destino comum ─ a tumba. Mas os livros nos abrem miríades de possibilidades: de mudança, de iluminação. Pode bem ser que nenhum livro, por mais bem escrito que seja, consiga remover um grama de dor da tragédia do Iraque ou de Ruanda, mas pode bem ser que não haja livro, por mais mal escrito que seja, que não contenha alguma epifania para algum leitor”.

[Alberto Manguel in A Biblioteca à Noite]

"Eu não acredito na existência de botões, alavancas, recursos afins, que façam as dores mais abissais desaparecerem, nos tempos mais devastadores, por pura mágica. Mas eu acredito na fé, na vontade essencial de transformação, no gesto aliado à vontade, e, especialmente, no amor que recebemos, nas temporadas difíceis, de quem não desiste da gente."

[Ana Jácomo]

O médico perguntou: 
— O que sentes?
E eu respondi: 
— Sinto lonjuras, doutor. Sofro de distâncias. 


[Caio Fernando Abreu]

"Se ser gente grande é abafar o riso em público, é deixar de falar o que pensa por não ser o momento adequado, é deixar de brigar pelo último pedaço, lamento mas eu não cresci. Gente grande é muito limitada. Ser feliz por nada, aos olhos deles é coisa de gente boba. Eu sobrevivo de bobagens. Não cresci realmente, acho que minhas idéias é que ficaram altas, minha aquarela mais colorida e meus dedos ainda mais lambuzados de sonhos."

[Renata Fagundes]

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

"Tomara que a neblina das circunstâncias mais doídas não seja capaz de encobrir por muito tempo o nosso sol. Que toda vez que o nosso coração se resfriar à beça, e a respiração se fizer áspera demais, a gente possa descobrir maneiras para cuidar dele com o carinho todo que ele merece. Que lá no fundo mais fundo do mais fundo abismo nos reste sempre uma brecha qualquer para ver também um bocadinho de céu."

[Ana Jácomo]

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

"Há tempos... Deixei de me intimidar pelos meus medos, não fujo das minhas angústias e não me frustro com as minhas escolhas aparentemente equivocadas. Quanto à felicidade, abraço-a com todas as minhas forças, seja em momentos fugidios ou intensos. Descobri que intensidade não mata. Se for para cair, quero mais é despencar, feito quem se arremessa ao encontro do próprio destino." 

[Lígia Guerra]

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Relacionamentos

"Mais tarde comecei a pensar em relacionamentos. Existem aqueles que a levam a um mundo novo e exótico e aqueles que não são novidade, aqueles que trazem um monte de perguntas e aqueles que levam a um lugar inesperado. Aqueles que a levam longe do lugar onde você começou e aqueles que a trazem de volta, mas o mais empolgante, desafiador e significativo de uma relação é aquela que você tem consigo mesma. Se encontrar alguém que ame o que você ama. Isto é maravilhoso". 

        [Carrie Bradshaw (Sarah Jessica Parker) episódio 20 da sexta temporada de Sex and the City]


Foto: Cynthia Nixon e David Eigenberg in Sex and the City

terça-feira, 3 de janeiro de 2012


"Contidamente, continuamos. 
E substituímos expressões fatais como 'não resistirei' 
por outras mais mansas, como 'sei que vai passar'."

[Caio Fernando Abreu]

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

"Sobre todos aqueles que continuam tentando, Deus, derrama teu Sol mais luminoso.
[...]sobre todos que continuam tentando por razão nenhuma ..."


[Caio Fernando Abreu]

Vontade

"Voa um par de andorinhas, fazendo verão. E vem uma vontade de rasgar velhas cartas, velhos poemas, velhas contas recebidas. Vontade de mudar de camisa, por fora e por dentro...Vontade... para que esse pudor de certas palavras?... vontade de amar, simplesmente." 

[Mário Quitana]

domingo, 1 de janeiro de 2012

"Jogo a minha rede no mar da vida e às vezes, quando a recolho, descubro que ela retorna vazia. Não há como não me entristecer e não há como desistir. Deixo a lágrima correr, vinda das ondas que me renovam, por dentro, em silêncio: dor que não verte, envenena. O coração marejado, arrumo, como posso, os meus sentimentos. Passo a limpo os meus sonhos. Ajeito, da melhor forma que sei a força que me move. Guardo a minha rede e deixo o dia dormir.

Com toda a tristeza pelas redes que voltam vazias, sou corajosa o bastante para não me acostumar com essa ideia. Se gente não fosse feita pra ser feliz, Deus não teria caprichado tanto nos detalhes. Perseverança não é somente acreditar na própria rede. Perseverança é não deixar de crer na capacidade de renovação das águas.

Hoje, o dia pode não ter sido bom, mas amanhã será outro mar. E eu estarei lá na beira da praia de novo."


[Ana Jácomo]

;;
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Sentimentos Soltos

Template by:
Free Blog Templates